Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Transporte coletivo é remodelado com novas linhas

DA REDAÇÃO | 22/06/2019 | 05:01

Desde o início de 2017, o percurso mensal das 86 linhas que formam o sistema de transporte coletivo de Jundiaí foi ampliado em 78 mil quilômetros, segundo levantamento da Unidade de Gestão de Mobilidade e Transporte (UGMT). A expansão das linhas representa um acréscimo de 4,21% nos trechos atendidos pelos ônibus. São quase 2 milhões de quilômetros rodados por mês. O avanço é um dos reflexos positivos do programa Mobilidade Total, lançado nesta gestão pelo prefeito Luiz Fernando Machado.

Par citar um exemplo, a linha 564 (Terminal Cecap – Bom Jardim – via Traviú), teve ampliação na oferta de viagens ao Retentém todos os dias, visto que as legendas “Traviú” também passaram a atender a população residente no bairro. Somente nesta linha houve um acréscimo de 28,4% na quilometragem percorrida.

Segundo o gestor Silvestre Ribeiro, a ampliação dos percursos dos ônibus está ligada à revisão das linhas do sistema, cujo objetivo é de ampliar a oferta do serviço para atender à novas demandas dos usuários do sistema de transporte coletivo. “A UGMT está fazendo um trabalho técnico de revisão de linhas, desde o início de 2017. Separamos os itinerários com o maior número de reclamações registradas no canal 156, consultamos os usuários e, a partir dessas informações, revisamos e ajustamos os trajetos. Tão importante quanto ampliar o percurso é garantir regularidade e pontualidade às linhas e é nisso que estamos trabalhando intensamente com o uso da tecnologia que foi embarcada nos mais de 300 ônibus da frota. Todos eles têm GPS, para controle dos trajetos e para oferecer informações via aplicativos para os usuários, 4 câmeras de videomonitoramento por veículo, para garantir a segurança das pessoas, além de sistema eletrônico que permite ao passageiro usar diversos meios de pagamentos como o bilhete único, cartão de débito e crédito e, em breve também com QR Code. São poucas as cidades no mundo que oferecem essa gama de possibilidades ao usuário. Ainda assim, temos um problema grande de evasão de pessoas que usam o transporte, mas não pagam a tarifa”, destacou.

Apesar do plano nacional de mobilidade priorizar o uso do transporte coletivo no lugar do carro, o número de passageiros transportados, em Jundiaí, vem caindo ao longo dos últimos anos. Em 2017, a média mensal era de 2,8 milhões de passageiros, ante um total de 2,6 milhões registrados em março deste ano (queda de 7,27%). Porém, essa realidade também é experimentada em diversas cidades do mundo inteiro, em proporções diferentes. Nos Estados Unidos, a queda foi de 2,0% em 2018, assim como em Curitiba. Em Campinas foi de 4,9% a queda de passageiros pagantes e no total de 3,5% comparado janeiro de 2018 com janeiro de 2019. Em 2017, a queda de passageiros em São Paulo (SP) foi de 9,5% em 2018 foi de 2,3%.
“Os motivos que explicam essa tendência envolvem diversos fatores como os custos da mão de obra e combustíveis, além da competitividade com outros modais e alternativas, a exemplo de fretado, aplicativos e transporte executivo, redução da oferta de trabalho, pessoas optando por morar perto do emprego. Os tempos de viagens acabam por serem menos competitivos pela impossibilidade de alterar os itinerários a qualquer tempo e compartilhar as vias com outros veículos, acidentes, obras, aumento da oferta de automóveis e motocicletas, etc”, comenta o gestor de mobilidade e transportes.

Os dados da UGMT apontam que, mensalmente, são 241 atendimentos (derivação de itinerários) e cerca de 278 mil viagens realizadas. O sistema conta com 51 linhas alimentadoras (bairros-terminal), 19 troncais, dez tronco-alimentadoras (terminal-centro-bairro) e quatro universitárias. A frota atual é de 310 veículos, sendo que 299 deles (97%) possuem elevador para cadeirantes. No final de 2018, 50 novos ônibus foram trocados por novos veículos, mais modernos e equipados inclusive com tomadas de USB, para que os passageiros possam carregar celular.


Leia mais sobre |
Link original: https://www.jj.com.br/jundiai/transporte-coletivo-e-remodelado-com-novas-linhas/
Desenvolvido por CIJUN