Jundiaí

UBSs abrem hoje para a campanha de vacinação

VACINA SARAMPO UBS VILA HORTOLANDIA BRUNA CABRAL VALENTINA CABRAL
Crédito: Reprodução/Internet
O Dia D da vacinação contra o sarampo será hoje em todo o Estado e, em Jundiaí, será oferecido como uma oportunidade a mais para participar da campanha. As UBSs Hortolândia, Tamoio, Rami e a Clínica da família funcionarão das 8 às 17 horas, exclusivamente para a imunização contra o sarampo. De acordo com dados da Vigilância Epidemiológica (VE), até 29 de novembro o município registra 334 notificações para a doença, sendo 82 casos positivos; 114 descartados; e 138 aguardando resultado. A enfermeira da VE, Maria do Carmo Possidente, explica que o objetivo é vacinar quem não possui a caderneta de vacina ou estiver em atraso. Nessa faixa etária, o esquema vacinal com a tríplice viral é de duas doses. “Para os que não têm caderneta, é indicado iniciar também o esquema de dupla adulto e hepatite B. Não temos uma meta, porque sabemos que muitas pessoas já estão vacinadas. Porém, é importante que o público da campanha procure as UBSs para avaliação da caderneta de vacinas e, se necessário, receber a vacina”, destaca Maria do Carmo. De acordo com a VE, em Jundiaí, as crianças menores de 5 anos possuem índice de vacinação de 100% da população, em seus respectivos anos de nascimento. A importância e atenção dos pais e responsáveis deve ser para os bebês menores de um ano, que passaram a ser vacinados a partir dos 6 meses. Neste público em específico, Jundiaí conta com 86% de cobertura. A campanha para esse público foi no mês de outubro. É importante que o público da faixa etária compareça a UBS com a Carteira de Vacinação para a comprovação das doses. São necessárias duas doses da vacina Tríplice (Sarampo – Caxumba – Rubéola) para a imunização nesta idade. DENGUE De acordo com dados da Unidade de Gestão de Promoção da Saúde (UGPS), por meio da Unidade de Vigilância de Zoonoses (UVZ) e Vigilância Epidemiológica, até 29 de novembro, foram registrados em Jundiaí 2.878 casos confirmados de dengue, sendo 2.676 (autóctones); 195 (importados); e 7 (indeterminados). Uma pessoa morreu este ano.

Notícias relevantes: