Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

UPA Vetor Oeste será aberta no dia 1º de dezembro

DA REDAÇÃO | 22/11/2018 | 13:00

Os mais de 141 mil moradores do Vetor Oeste estão ansiosos para receber os equipamentos de saúde que servirão de modelo para o restante da cidade de Jundiaí. No próximo dia 1º de dezembro, o prefeito Luiz Fernando Machado entrega a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Vetor Oeste com atendimento de urgência e emergência, e a Clínica da Família, exclusiva para 40 mil vidas dos bairros Novo Horizonte I e II, Residencial Jundiaí, CDHU e Almerinda Chaves , que atenderá em Estratégia de Saúde da Família, focada na promoção da saúde com os programas “Guardião da Saúde” e “Posso Ajudar”.

“A excelência no atendimento em saúde é a meta da nossa administração. A resolutividade e a qualidade no atendimento são os focos desses dois equipamentos que serão entregues para a população do Vetor Oeste. A UPA atenderá urgência e emergência e contará com uma unidade do Samu e um ortopedista 12h para atender a maior demanda do local. Já a Clínica da Família tem resolutividade de 80% e ofertas de exames para a população, próximo da residência”, resume o prefeito. A prefeitura vai destinar mensalmente mais de R$ 1,2 milhão para custear a UPA.

De acordo com o gestor da Unidade de Gestão de Promoção da Saúde, Tiago Texera, o modelo assistencial de saúde implantado no Vetor Oeste será ampliado para as demais regiões da cidade. “A população não terá de se deslocar para o Centro. Vamos oferecer 5.590 exames laboratoriais, 1 mil ultrassons, 2 mil raios X e 360 eletrocardiogramas por mês para todas as oito Unidades Básicas da Saúde referenciadas para o local, compartilhado com a UPA”, detalha o gestor.

São esperadas 9 mil consultas médicas/mês e 10 mil consultas de enfermagem na Clínica da Família. Texera explica que a população referenciada da UBS Novo Horizonte (40 mil vidas) será atendida na Clínica da Família por oito equipes compostas por médicos de Saúde da Família, enfermeiros, técnicos, dentistas e agentes de Estratégia de Saúde da Família. Cada equipe se responsabilizará por uma microrregião composta por aproximadamente 5 mil pessoas.

“Os agentes de saúde apontarão as necessidades e direcionarão as ações específicas para as demandas daquela população, promovendo a saúde. As consultas eletivas passam a ser feitas pelo médico de Saúde da Família e todos os atendimentos já feitos na UBS continuam a ser realizados normalmente como entrega de medicamentos, curativos, aferição de pressão, grupos de assistência com a incorporação dos exames, ou seja, uma UBS mais parruda e resolutiva para a comunidade”, detalha.

Para o motorista Carlos César de Jesus, 44 anos, morador no Novo Horizonte, com a entrega dos equipamentos de saúde o bairro ficará completo. “Moramos 17 quilômetros distante do Centro. Com o atendimento de urgência e emergência e os exames disponíveis aqui, tudo ficará mais fácil para a população. Estamos ansiosos para a inauguração”, comenta o morador, que sofre de hipertensão e colesterol. “A Clínica da Família funcionará como uma UBS, mas com mais recursos”, finaliza.

T_upa_vetor_oeste


Link original: https://www.jj.com.br/jundiai/upa-vetor-oeste-sera-aberta-no-dia-1o-de-dezembro/
Desenvolvido por CIJUN