Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Vencedora da ‘melhor coxinha de queijo’ revela seus segredos

VINICIUS SCARTON | 12/12/2018 | 05:03

“O segredo da minha vitória foi a massa”, afirma Laurinda Leonardi, 73 anos, vencedora do 1º Festival da Coxinha de Queijo de Jundiaí, promovido por meio de uma parceria entre as Unidades de Gestão de Agronegócio, Abastecimento e Turismo (UGAAT) e Cultura (UGC), no último domingo (9) no Parque da Uva.
Laurinda é proprietária do Kiosque da Roseira, localizado na avenida Humberto Cereser, no Caxambu. O local é bem visitado e vende por semana cerca de mil unidades de coxinhas de queijo, além de outras delícias. “A coxinha de queijo é uma receita de família, com mais de 30 anos de existência e tem como base principal a massa de mandioca”, revela o segredo.
Além da massa, Laurinda afirma que os clientes também podem optar por dois tipos de queijo quando escolhem a coxinha no balcão do seu estabelecimento. “Comercializamos a coxinha com queijo provolone e também com muçarela”, diz.
Embora a receita da iguaria tenha o toque familiar, Laurinda conta que a produção atualmente é realizada por uma empresa terceirizada. “Essa foi a alternativa encontrada devido ao pequeno espaço físico que dispomos em nosso estabelecimento neste momento. Além disso, a demanda do produto é muito grande. Futuramente pretendemos trazer toda a fabricação para o próprio Kiosque”, explica.
Questionada sobre os detalhes e a origem da receita, Laurinda afirma que tudo é feito com muita simplicidade, sem se preocupar com a quantidade exata de ingredientes. “A base da massa é bem simples: manteiga, ovo, mandioca e um pouco de trigo para dar liga na hora da mistura e o recheio era feito conforme a preferência de cada um”, ensina.
O estabelecimento, que já tem um movimento intenso, principalmente às sextas, sábados e domingos, agora com o prêmio está ainda mais procurado. “Essa conquista foi uma verdadeira alegria em minha vida é um orgulho indescritível”, afirma.

APROVADA
Os microempresários Rui Florencio (49) e a esposa Cintia Campos (30), que atuam no segmento de turismo, experimentaram a coxinha premiada pela primeira ontem. “Foi uma experiência muito agradável. Fomos bem recebidos e acolhidos pessoalmente pela dona Laurinda, que destacou a conquista do festival. Isso faz toda a diferença quando conhecemos um novo local. Além do que, a coxinha de queijo é uma delícia, assim como todos os outros salgados”, revela Rui, salientando ainda que pretende apresentar o local para outras pessoas.

Foto: Rui Carlos

Foto: Rui Carlos


Link original: https://www.jj.com.br/jundiai/vencedora-da-melhor-coxinha-de-queijo-revela-seus-segredos/
Desenvolvido por CIJUN