Jundiaí

Viaduto da Vila Rio Branco está abandonado

VIADUTO DA VILA RIO BRANCO VIADUTO JOAQUIM CANDELARIO DE FREITAS
Crédito: Reprodução/Internet
O Joaquim Candelário de Freitas, conhecido como viaduto da Vila Rio Branco, é uma das principais ligações entre o Centro e bairros e por ele passa milhares de veículos e pedestres diariamente. Apesar de ter recebido uma obra de revitalização em 2016, orçada em R$ 300 mil, ele está abandonado. Vasos com apenas terras ou plantas secas que tem servido como lixeiras, bancos de madeira pixados e quebrados e a estrutura amarela sobre a passagem dos pedestres, que antes servia para projetar sobra, parece um acessório inútil no momento. Visão que tem causado reclamação por quem passa pelo local. O auxiliar de expedição, Adilson Bento, diz que não passa pelo local frequentemente, mas percebe que rapidamente houve a vandalização, presente no local até hoje. “Rápido já estragaram tudo. Não passo aqui sempre, é difícil, mas vi novo e agora estragado”, lamenta. O aposentado José Carlos de Camargo, morador da Vila Rio Branco, diz que não há manutenção da área. “Fizeram a jardineira bonitinha e está tudo morto, ninguém cuida. Aquela armação, não sei para quê tem. Há mais de dois anos está assim, nem sei se ainda tem banco.” Passando costumeiramente no local, a aprendiz Nicole Bellintani conta que os estragos já têm tempo. “Faz bastante tempo que está assim. Desde que colocaram as floreiras, não molham as plantas, morreu tudo. A população também não ajuda muito, quebraram os bancos.” Embaixo do viaduto também há um espaço que pode ser acessado, porém, há mato alto e tem servido de abrigo para pessoas em situação de rua. A revitalização do espaço faz parte de um projeto de urbanismo que, na ocasião, revitalizou o Escadão da Vila Arens e implantou bancos em pontos do Centro. Procurada pela reportagem do JJ para comentar sobre algum planejamento de revitalização no local, a Prefeitura de Jundiaí não retornou até o fechamento desta edição.  

Notícias relevantes: