Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Você sabe qual é o significado do feriado de 9 de julho? Elite paulistana encabeçou movimento

Da Redação | 09/07/2018 | 15:00

Comemorado apenas em São Paulo, o feriado desta segunda-feira (9) trata de um episódio controverso da história do Brasil. A Revolução Constitucionalista de 1932, como é conhecida, homenageia a revolta dos paulistas contra a ditadura de Getúlio Vargas, que se instaurou no poder em 1930.

O historiador Alexandre Oliveira tem uma visão mais crítica da data. “Temos que lembrar que existia uma política do café-com-leite na República Velha, na qual o poder federal era sempre dividido entre Minas Gerais e São Paulo”, diz. “Em 1929, com a queda da bolsa de Nova Iorque, a indústria do café em São Paulo foi profundamente afetada e o estado perdeu poder político.”

Com isso, a aliança com MG foi rompida pelos paulistas, que indicaram Júlio Prestes como candidato à presidência. Com sua vitória no pleito, MG apoiou o golpe de estado do gaúcho Vargas, que assumiu o poder em 1930. “Era para ser um governo provisório, tinha a promessa da convocação de uma Assembleia Nacional Constituinte para renovar a Constituição de 1891”, conta o cientista político e professor, Pedro Lemos.

Foi então que a elite paulistana decidiu se rebelar contra a ditadura de Vargas e articular uma revolução pela chamada da assembleia. O grande estopim que inflamou o sentimento de revolta da população foi o assassinato de quatro estudantes paulistas por policiais, em um conflito no dia 23 de maio. “Nem todos eram estudantes, e acredito que essas mortes tenham sido usadas para manipular a opinião popular e buscar apoio à revolução”, avalia Alexandre.

O conflito começou dia 9 de julho, durou três meses e São Paulo saiu derrotado. “Você vê que as principais avenidas em São Paulo tratam deste conflito, enquanto no Rio e em Minas os principais logradouros louvam Getúlio Vargas”, analisa o historiador. “São Paulo é o único estado que comemora esta data porque quer enaltecer uma imagem de defensor dos direitos democráticos, o que não era verdade. Eles queriam retomar o poder que tinham antes da queda da bolsa”, opina.

Para Pedro, porém, o movimento teve resultado positivo. “Getúlio foi obrigado a dar o braço a torcer e convocou uma constituinte em 1933, o que culminou na Constituição de 1934 e deu vários direitos trabalhistas à população”, diz.

Foto: Reprodução

Foto: Reprodução


Link original: https://www.jj.com.br/jundiai/voce-sabe-qual-e-o-significado-do-feriado-de-9-de-julho-elite-paulistana-encabecou-movimento/
Desenvolvido por CIJUN