Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Vôlei feminino sub-19 aposta em ‘caldeirão’ para virar final

Thiago Batista | 06/12/2019 | 05:02

O vôlei feminino sub-19 do Time Jundiaí entra em quadra nesta sexta-feira (6), às 17 horas, no ginásio do Antônio de Lima, contra Ribeirão Preto, pela série final da Copa Regional da Liga Campineira, com apenas um pensamento: levar a disputa para o terceiro e decisivo jogo. Para isso, precisa vencer o duelo desta tarde. No caso de um terceiro confronto, será no sábado (7), às 12h30, também no centro esportivo da Agapeama.

“Ajuda atuar em casa, pois nossa família estará lá e colocam pressão nas adversárias. Também a gente conhece as referências da nossa quadra”, diz a oposta Júlia Silva.

O técnico Ademir Zamboni espera o apoio do jundiaiense no Antônio de Lima. “Temos que usar a pressão a nossa favor, e transformar em um oponente a mais para Ribeirão. Elas venceram o primeiro jogo e são as favoritas. Só que a nossa torcida sabe nos apoiar e precisamos transformar o Antônio de Lima no nosso caldeirão.”

Zamboni cobrou que seu time mantenha o foco o tempo todo da partida, já que, na semana passada, na derrota no primeiro jogo, fora de casa, a equipe venceu o primeiro set, mas sofreu a virada na sequência. “Tem que jogar bem o tempo todo. O bom da primeira partida é que, mesmo com a derrota, nosso time jogou bem e perdemos nos detalhes. Isso nos dá confiança”, detalha.

Retrospecto

Jundiaí e Ribeirão Preto se enfrentam nesta sexta-feira pela quarta vez na competição. Antes do primeiro jogo da final, pela primeira fase, a equipe jundiaiense venceu em casa por 3 a 0, mas perdeu em Ribeirão Preto por 3 a 1, mesmo placar do duelo da semana passada.

Para novamente vencer Ribeirão, o técnico jundiaiense destacou alguns pontos que suas atletas precisam evoluir. “A gente precisa melhorar a recepção em relação ao primeiro jogo, porque erramos muito. E precisamos forçar o nosso jogo, pois somente assim a vitória vai sair”, disse.

A oposta espera uma equipe mais vibrante nesta tarde. “Temos que também forçar mais o saque e melhorar a recepção”, afirma Júlia Silva.


Leia mais sobre |
Link original: https://www.jj.com.br/jundiai/volei-feminino-sub-19-aposta-em-caldeirao-para-virar-final/
Desenvolvido por CIJUN