Acervo

Rodovia terá parceria público-privada com pedágio a R$ 7


2014-10-08_09-10-41_1
Crédito: Reprodução/Internet

O governo do Paraná lançou seu novo programa de concessão de rodovias estaduais, ainda em fase piloto, com 220 quilômetros, que serão duplicados, com tarifas de R$ 3,90 em quatro praças, ou R$ 7 a cada 100 quilômetros.

A primeira parceria público-privada com o Consórcio Rota 323, do qual participa o Grupo Odebrecht, levou o projeto da concessão por 30 anos da PR-323 – de Maringá a Francisco Alves. Em média, o valor da tarifa é 28% mais barato que a do Anel de Integração do Estado (R$ 9,80), concedido nos anos 1990.

Mas é 163% mais caro que a tarifa de R$ 2,66 que será cobrada na concessão do governo federal da BR-163, em Mato Grosso. Lá, o mesmo grupo Odebrecht vai duplicar metade dos 800 quilômetros concedidos. Segundo o governo, o pedágio só começa a ser cobrado na 323 após a duplicação de cada trecho de 45 quilômetros. Os investimentos serão de R$ 6 bilhões.


Notícias relevantes: