Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Todos os carros GM feitos no Brasil correm risco de incêndio

| 27/05/2014 | 12:08

/* Style Definitions */
table.MsoNormalTable
{mso-style-name:”Tabela normal”;
mso-tstyle-rowband-size:0;
mso-tstyle-colband-size:0;
mso-style-noshow:yes;
mso-style-priority:99;
mso-style-qformat:yes;
mso-style-parent:””;
mso-padding-alt:0cm 5.4pt 0cm 5.4pt;
mso-para-margin-top:0cm;
mso-para-margin-right:0cm;
mso-para-margin-bottom:8.0pt;
mso-para-margin-left:0cm;
line-height:107%;
mso-pagination:widow-orphan;
font-size:11.0pt;
font-family:”Calibri”,”sans-serif”;
mso-ascii-font-family:Calibri;
mso-ascii-theme-font:minor-latin;
mso-fareast-font-family:”Times New Roman”;
mso-fareast-theme-font:minor-fareast;
mso-hansi-font-family:Calibri;
mso-hansi-theme-font:minor-latin;}

Os carros Classic, Cobalt, Montana, Spin, Cruze, Cruze Sport, Celta, Onix, Prisma, fabricados no Brasil e o Agile, feito na Argentina, podem pegar fogo por causa de vazamento de combustível próximo ao tanque.

O risco de incêndio foi revelado pela General Motors, que, conforme manda a lei, terá que fazer a substituição do filtro para que o problema seja resolvido. No total, 238.360 carros estão com defeito, fabricados entre o final do ano passado e o início de deste.

Segundo a própria montadora, há risco de incêndio em caso do contato do combustível com chama externa, o que poderia causar queimadura aos ocupantes. O problema ocorreu por falha na fabricação do filtro de combustível.
O Ônix foi o mais atingido no recall brasileiro: 69.350 unidades do modelo estão com defeito. Em seguida vem o Prisma, com 41.575 carros chamados para a troca do filtro. O Agile é o menos atingido, com 1.750 unidades defeituosas. Procure sua concessionária.


Link original: https://www.jj.com.br/motor/todos-os-carros-gm-feitos-no-brasil-correm-risco-de-incendio/
Desenvolvido por CIJUN