Opinião

De onde vem a prosperidade?


divulgação
MONJA KELSANG CHIME ARTICULISTA COLUNISTA
Crédito: divulgação

Felicidade e sofrimento são estados mentais que têm uma causa.
Uma causa é algo que precisa acontecer para que o seu efeito apareça.
A causa da chuva, por exemplo: você poderia pensar que é a água, mas não. Ela é o efeito, a chuva. A causa está nas nuvens. Não adianta querer que chova em um céu sem nuvens.
Tudo é assim: para o efeito aparecer precisa ter a causa. Não existe efeito sem causa e não existe causa sem efeito.

Qualquer coisa que apareça surgiu de suas causas e quando encontraram as condições o efeito aparece.
Essa lei de causa e efeito está funcionando mesmo que você não acredite.
Tudo o que você experimenta no particular e em conjunto com outros são efeitos de causas criadas em particular e em conjunto.

Quanto mais tempo demoramos para entender isso mais à mercê de efeitos indesejados ficamos.
Sem saber disso, acabamos por criar as causas de muito sofrimento para nós e para os outros. Quando os efeitos surgem costumamos culpar os mais próximos.
A prosperidade também é um efeito, há pessoas que sempre são prósperas; tudo parece fácil pra elas.

Sabe da onde vem essa prosperidade? A causa é a que em outras ocasiões essa pessoa foi generosa, mesmo que não tenha sido nesta vida.
Então entenda: sempre que somos generosos estamos criando as causas de termos prosperidade.
Podemos começar dando - pode ser algo que ajude os outros ou coisas materiais.
Podemos dar apoio, dar destemor (acreditar no potencial da pessoa), amor... Mas quando damos sabedoria estamos dando o melhor que alguém possa ter. E para dar precisamos ter.


Ser generoso e ter um bom coração, proporcionar coisas que ajudem os outros. Mesmo que seja um olhar, um abraço ou um ombro amigo. Mas para dar sabedoria precisamos adquiri- la, sabedoria é uma mente inteligente e compassiva. Advém de ouvir, contemplar e de meditar.
Aumentamos nossa sabedoria quando admiramos o que ouvimos e colocamos em prática esse aprendizado.
Prosperidade é estar satisfeito e ter tudo o que precisa.

Kelsang Gen Chime é monja budista


Notícias relevantes: