Opinião

Vai chegar o tempo da primavera!


.
ARTICULISTA DOM VICENTE
Crédito: .

"O inverno passou, apareceram as flores no campo, chegou o tempo da poda"(Ct2,10.12)

Caríssimos leitores e leitoras: acabamos de iniciar um novo mês, o mês de setembro. Setembro é o mês do ano que marca o início da primavera, que neste ano ocorrerá no dia 22. Essa estação é associada à imagem das cores vibrantes, ao florescimento das plantas, do calor, do belo canto das aves em festa. Trata-se de uma estação geralmente associada à alegria e à festa.

De fato, a alegria deve preencher a nossa existência. Isso porque geralmente vivemos, na estação do inverno, tempo frio devido à queda nas temperaturas; é tempo cinzento, que nos deixa mais fechados, mais isolados e, por consequência, mais tristes. Neste ano, a estação do inverno foi marcada, em grande parte, pelo isolamento e distanciamento social que nos impediram de sentir o calor do outro, nem sequer um aperto de mão ou um abraço afetuoso. No decorrer do tempo do inverno, que neste ano começou no dia 20 de junho, infelizmente sentimos muito de perto as tristes consequências da pandemia. Passamos dias difíceis, quando presenciamos incontáveis mortes causadas pela covid-19, pessoas internadas nos hospitais, a incerteza de termos sido ou não infectados por este terrível vírus, além de experimentar tanto sofrimento e angústia diante da situação de milhares de famílias que foram afetadas pelo desemprego, pela falta de oportunidades no tecido social e pela escassez de alimento. Agora precisamos reencontrar novas e verdadeiras alegrias.

Eis que a primavera está chegando. Ela não pede para vir, pois chega todos os anos. Ela vem, e com ela precisamos nos adaptar a certas mudanças de hábitos de nossa vida. As roupas de frio dão lugar a roupas mais leves, por causa do calor. A primavera nos faz ser mais receptivos para o novo, de modo que somos todos contagiados por essa energia geradora de vida, tanto na natureza como também dentro de nós mesmos. Como esta nova estação, podemos sentir a necessidade de nos reinventar e descobrir novas oportunidades, pois sentimos que algo está acontecendo no nosso interior, fazendo com que a nossa autoestima geralmente se torne mais acentuada e inclinada a enfrentar a vida com maior entusiasmo e alegria.

Parece que ainda teremos de conviver com a pandemia e enfrentá-la por mais tempo. Mas, por que não tentar tornar a nova estação da primavera momento mais marcante em nossa vida, para saber usufruir a verdadeira vida, a vida em plenitude! Por que não tentarmos reaquecer o nosso coração com esperanças sadias e novas experiências! Nunca podemos ceder à tentação de cair no desânimo, pois a alegria pela vida deve ser sempre a nossa força (cf. Ne 8,10), apesar das dificuldades e desafios que enfrentamos. Saber viver a primavera das nossas vidas, renovar nossas energias e descobrir um novo modo de vida: esta é uma opção muito sensata e salutar.

Como diz a palavra da Bíblia Sagrada: "o inverno já passou" (Ct2,10). Agora é tempo da renovação da vida, é tempo de florescer um novo esplendor em nossas vidas, tão novo quanto o tempo que vivemos.

Por fim, como lembra a Palavra Sagrada na passagem já citada: com a primavera "chegou o tempo da poda" (Ct 2,12). Que "as podas"pelas quais passamos, às vezes com muita dor e sofrimento, nos ajudem a fazer brotar uma nova primavera para as nossas vidas.

DOM VICENTE COSTA é bispo diocesano de Jundiaí


Notícias relevantes: