Opinião

Camões, por Tufano

Quer passear pelos versos de Camões? Confira o roteiro do professor Douglas Tufano


divulgação
COLUNISTA PROFESSOR FERNANDO BANDINI
Crédito: divulgação

Luís Vaz de Camões é o maior poeta da língua portuguesa. Geniais colegas de ofício apontam-no como mestre (Bocage e Drummond estão entre os tantos a reconhecer-lhe a ascendência). Embora escrita no distante século 16, essa obra magnífica mantém-se atual e deve ser conhecida por aqueles que estimam a poesia e a própria língua. Douglas Tufano, escritor e professor, tratou de apresentar o poeta extraordinário ao leitor contemporâneo. Seu livro "Camões, lírica - épica", da Editora Moderna, traz a obra camoniana para leitores de idades variadas, esmiuçada pelo conhecimento, propriedade e acessibilidade característicos do professor Tufano. Com a proficiência de sempre, Tufano fala da biografia pouco conhecida do poeta, carregada de hipóteses e lendas, e da época em que sua obra foi produzida. Afinal, qual teria sido a formação desse artista, leitor erudito, agudo conhecedor da mitologia clássica, da história pátria e da alma humana? O professor mostra os dados comprovados: o engajamento do soldado Camões, lutando na Índia, ou como funcionário da Coroa portuguesa trabalhando na China. Informa o naufrágio sofrido e a morte da amada, eternizada como Dinamene, musa de sonetos incomparáveis, cuja verdadeira identidade não se conhece.

No capítulo dos poemas líricos, Tufano esclarece as citações clássicas, as referências a entidades mitológicas e históricas. Exibe o encanto de seus versos de amor, obras-primas de sensibilidade e refinamento. Assim como, na parte da épica, introduz o universo incomparável de seu poema mais famoso, "Os Lusíadas". A obra, publicada em 1572, fala da viagem de Vasco da Gama às Índias, na década de 1490, e de episódios da História de Portugal. Trata também do conflito entre os deuses do Olimpo, dispostos uns a ajudar e outros a solapar a aventura portuguesa. Tufano percorre a Proposição da epopeia e seus episódios mais conhecidos, apresentando o gigante Adamastor, o Velho do Restelo, Inês de Castro... Mostra o melancólico epílogo, escrito por um artista que seu tempo teimou em subestimar ou ignorar.

Fartamente ilustrado, recheado de fotos, gravuras e mapas, com dezenas de notas explicativas, o livro de Tufano dirige-se não só a estudantes e professores, mas a todos que se interessam por literatura de qualidade.

Quer passear pelos versos de Camões? Confira o roteiro do professor Douglas Tufano. A viagem será inesquecível.

FERNADO BANDINI é professor de Literatura do Ensino Médio

 


Notícias relevantes: