Opinião

ESPAÇO DO CIDADÃO


A hora de terminar a tarefa: o tempo é nossa medida

Dia por dia, observa-se que o tempo passa cada vez mais rápido e se percebe que em rápidas memórias de nossa infância e juventude, vislumbram-se os momentos especiais que já vivenciamos. As viagens com os pais, as formaturas na escola, o nascimento de um filho, o primeiro trabalho, a promoção tão almejada e o reconhecimento profissional.

E, ainda, temos em mente que também houve momentos ingloriosos, perdas significativas de amigos, familiares, e que muito representaram em nossa vida, quantos amigos passaram e deixaram um pouco de si a nosso ser, pessoas que não tiveram o nosso reconhecimento, enfim, muitos que partiram desta terra e não demos o devido valor.

Um belo dia, chega o momento em que o retrospecto de vida se inicia, e em muitas das vezes vem de uma maneira difícil de assimilar: um diagnóstico médico por exemplo, causa uma preocupação emocional muito desgastante, tipo perder o sono e se preocupar com o fim sobre esta terra.

Sabe de um fato? Afinal, quando é a hora de terminar a tarefa? Cada pessoa vive a vida de maneira distinta, com obrigações, horários a cumprir, cuidar da família, educar e formar os filhos. Dia por dia as obrigações se multiplicam e cumprimos jornadas diárias que invadem o cotidiano e dilaceram o tempo. O final da tarefa talvez chegue com a aposentadoria, o dever cumprido, filhos formados, netos que chegaram e trouxeram ainda mais alegria.

Encontramos no livro Bíblico de Eclesiastes capítulo 3, uma explicação para tudo, e que serve de consolo: existe um tempo determinado para todas as coisas e para quem acredita, Deus é o Maestro desta grande sinfonia. Viva dia por dia e cada momento com alegria, comemore cada vitória, cada Bênção recebida e repasse este conhecimento aos familiares e amigos. Desta forma, a felicidade encontra habitação em cada pessoa. Que tal? Talvez seja a hora de parar e meditar a respeito!

José Carlos Moraes


Notícias relevantes: