Opinião

Amigos do Guma

Seu sentimento de persistência reflete a gratidão de retribuir


divulgação
COLUNISTAS GUARACI ALVARENGA
Crédito: divulgação

"É fácil ser feliz e tranquilo, quando se tem um coração seco e um espírito limitado."

Leio no jornal e pela rede social os agradecimentos da primeira-dama Vanessa Machado, pelo Fundo Social de Solidariedade ao grupo Amigos do Guma pela doação de 200 cestas básicas. Outra doação de 200 cestas básicas fora destinada ao Centro Espírita Operários da Verdade.

Conheço muito bem esta gente. São seres humanos, que bem antes deste cruel vírus de extrema selvageria, já dedicavam com sua generosa solidariedade aos despossuídos, os relegados, os desprezados, os submetidos.

Um nome sempre se destacou desta turma, fiel a sua crença, pode enxergar mais longe e de maneira mais ampla o que a vida pede de nós. Vanoil Rocha Pereira, o Vanoil da Passarela. Seu sentimento de persistência reflete a gratidão de retribuir a quem necessita uma fração do bem que usufruem. O amigo Vanoil não só herdou o sangue do pai, mas o desejo de ver realizado seu sonho. Nos últimos anos, sim, passei não apenas a admiração, mas ao carinho. Assim, durante todos estes anos intima seus amigos empresários, sempre no mês de setembro, a colaborarem na arrecadação de fundos às instituições beneficentes. Nunca se desprendeu emocionalmente do "seo" Guma, seu saudoso pai. Daí, seus parceiros o homenagearam com o nome do grupo. Seus amigos mais próximos corresponderam à sua visão da vida.

Chegaram o Pitico Raymundo, Renatão Marcondes, Milton Demarchi, Pascoal Suenson, Nardinho, Esquerda da Pizzaria paulistana Margherita, Manoel da Astra, Carlinhos Panzan, Adilson da Icon, Afonso Davo, Nivaldo Benassi, Vagner Vilella, o corintiano Viana, o médico Carlão, Reinaldo Yenne, o médico Vitor, o mais doce Orlando Gazolla, Getulio, Gilmar, Wiliam e tantos outros que a memória me castiga. Os eventos são patrocinados por estes benfeitores e a arrecadação, em doações pela compra dos convites, é revertida totalmente à caridade. Certa vez, numa destas reuniões para se organizar as festas, ouvi de um amigo uma pergunta, que me veio agora em pensar no Vanoil. Disse ele, que ao invés de todo aquele trabalho, de compra de bebidas e comidas, de arrumação do local do evento, da venda de convites, não seria mais justo e conveniente, que cada um participasse com uma cota de doação em dinheiro. Respondeu Vanoil: Sim tem toda a razão, entretanto não é isso que me detenho. Prendo-me ao exemplo. Que o modelo de exemplo colocado em prática sirva de entendimento e possa sensibilizar a tantas outras interessadas em compensar a cidade, que tão bem as acolheu.

Que bom seria, se todos aqueles empreendedores que fazem sucesso no município pudessem também se sensibilizar em ajuda aos mais pobres. Haveria sempre um acontecimento festivo a nos convencer e alertar que fora da caridade cristã, não há salvação. Basta uma mão caridosa, a repartir somente as suas sobras, a quem sequer sabe como será o dia de amanhã. Assim vejo meu amigo Vanoil. Como empresário tem recebido golpes que não estava esperando. Antes uma recessão econômica desastrosa e agora toda esta pandemia com fechamento do comércio. E assim ao longo de cada um dos meses de cada um desses anos todos, trago comigo sua presença carinhosa com os mais humildes, inseparável da memória. No entanto sabe que permanecer imóvel, maiores são as chances de sentir-se fraco e medroso. Está na luta. Continua na luta. Busca recuperar suas energias, não abandona seus sonhos. Mais do que isso, segue com rigor extremo no trabalhar e acariciar a esperança de dias melhores para toda humanidade. Entende que na missão do empresário sempre será preciso dedicar tempo e ajudar aos mais necessitados.

Neste 14 de abril completou mais um ano de vida. Não poderia deixar de cumprimentá-lo. O isolamento nos impede a um brinde mais afetuoso e um abraço mais forte. Mas creia, não só eu, como todos os seus inúmeros amigos, estamos desejando os mais sinceros e profundos votos de feliz aniversário junto com seus familiares e sua querida filha Valentina. Saúde, vida longa, prosperidade. Parabéns, Seja Feliz!

GUARACI ALVARENGA é advogado


Notícias relevantes: