Opinião

Que seja um feliz reencontro

Como é bela a vida, quando nos importamos com ela


divulgação
COLUNISTAS GUARACI ALVARENGA
Crédito: divulgação

Desde o início da pandemia, o medo, a angústia e o isolamento abateram em todos. Ficamos distantes de quase tudo aquilo que nos permitia a vontade e o prazer. O trabalho, que precisamos, deixou de ser rotina diária. Os encontros com os verdadeiros amigos da liberdade e gostosa convivência foram sacrificados. Nosso costume foi corrompido por um isolamento social, amargo e triste. Meus filhos, mais novos, só pelo celular. Temiam, por eu estar no risco de vida mais indicado, ao selvagem contágio. O coração não se sabe por que, nesta hora valoriza mais a saudade da ausência da gente que nos importa. Os dias de desalento se comprimiam numa triste angústia, mas tínhamos que viver com uma nova realidade. Encontrar e reconhecer alguns prazeres, que nossos olhos embaçados por coisas menos importantes, não conseguiam ver.

Passados dois meses do início, minha mulher recebeu o telefone da filha. Presa num apartamento, com dois filhos menores, não via a hora de respirar novos ares. Os netos queriam ver os avós. Enfim chegou a paz. Passei a valorizar a casa em que moro. Conviver com os netos é parte de Deus. Os encontros ora espaçados, com os cuidados até exagerados, se estreitaram num dia a dia mágico. Meu neto, Gabriel, com dois anos de idade, arredio a princípio, se entregou em poucos encontros, num doce afeto. Ver as horas passar sem se perceber é algo extraordinário. Só consegue soletrar algumas palavras curtas, mas basta para encher o coração. Vovô, indicando a TV, "tchutctu". O que seria? Minha filha intercedeu. Pai, ele quer assistir o desenho Tu Ti Tu. Agora, todos os dias, lá vou eu, com ele, no sofá, voltar a ser criança. Jogamos futebol, já sabe gritar gol. Aprendeu até a beber água gaseificada e faz um "hummm" de quem gosta. Seus cabelos são lisos e dourados. A neta Leticia, há poucos dias completou 7 anos. Uma energia singular. Carinhosa e inteligente. Utiliza o celular como quem brinca de amarelinha. Gosta de ir à escola. Sabe ler, como dizia antigamente de "corridinha" e escrever. Uma das noites da semana dorme em casa. Neste dia, temos que dormir tarde. O jogo de "Detetive" nos entretém. Como é bela a vida, quando nos importamos com ela. Mesmo com a perda daquilo que nos foi roubado, há um doce perfume sobre tudo aquilo que ganhamos. Para perder uns quilos a mais que apareceram sem pedir, comecei a fazer caminhadas diárias.

Assistir a filmes, séries e shows que, na falta de tempo, eram esquecidos. Retornar no escritório. Pensar no que escrever aos amigos leitores. Tudo isto ficou mais prazeroso. Dei meus primeiros lances na cozinha, eu que não sabia nem fritar ovos. Cultivei melhor meu jardim. Sua santidade o Papa em sua recente homilia: Por isso que a família precisa ser lugar de vida e não de morte; território de cura e não de aborrecimento; palco de perdão e não de culpa. Não olhar para trás. Acredite. Vale o momento presente. Mas não é tudo. Sinto sim, uma tremenda saudade do mundo lá fora. Foram tantos anos de um relacionamento social dos mais dignificantes. O futebol dos Masters e do UPA, a sauna do Clube, as Academias de Letras, o clube ACRE, a turma Vinhos e Eventos, do Acre de Quinta, do família Amigos, dos eventos do Clube da Lady, Amigos do Guma, O sertanejo do Fiinho. Em especial a querida Sexta dos Amigos. O WhatsApp destes amigos longevos não parou em nenhum instante. A par das brincadeiras e gozações, os cuidados com a saúde de todos foi primordial. Tenho a grata certeza, e isto certo, que nossos reencontros serão tão especiais, como inesquecíveis.

Desejo o mais breve possível que possamos merecer o bem maior de ver a vida com os olhos do amor e gratidão. Esqueçam os dissabores da vida. Eles não levam a nada. Apeguem-se as coisas que são queridas ao seu coração. Não se furte de dizer as palavras de afeto às pessoas amadas. Não se esqueça dos amigos da alma. O sentimento de gratidão é tudo. Sem estas coisas, a vida carece de sentido. Sejam felizes.

GUARACI ALVARENGA é advogado


Notícias relevantes: