Opinião

Executivos Sim! Atletas também!

O mundo corporativo tem que se preocupar com a saúde das pessoas


divulgação
COLUNISTA LICIANA ROSSI
Crédito: divulgação

Num belo dia, recebi a ligação do amigo Claudinei Reche, presidente do Grupo SKF da América Latina, que me convidou para um projeto em conjunto com Silas Santana, diretor de serviços industriais da SKF, que era escrever um livro sobre uma coisa que eles haviam constatado: que o esporte era uma forma de influenciar o mundo corporativo, criando um ambiente perfeito para o desenvolvimento de líderes colaborativos.

Numa conversa informal, eles começaram a refletir sobre o que o esporte foi capaz em suas vidas, já que o Claudinei, como triatleta e o Silas, como corredor e jogador de golfe amador, que já sentiram na pele aspectos que o esporte traz, como coragem, resiliência, perseverança, altruísmo, espírito colaborativo, foco... Assim, perceberam que isso tudo os auxiliava nas tomadas de decisões do trabalho, pois a responsabilidade deles é gigantesca. Toda disciplina e determinação do esporte era de alguma forma transferida para o dia a dia de trabalho, facilitando e deixando tudo mais leve. E foi assim que tudo começou, com estas indagações. Até que o Silas teve a ideia de transformar isso tudo num livro. Daí veio o convite, de fundamentar fisiologicamente isso tudo. Nem preciso dizer se aceitei. Assim como aceitaram também: Ricardo Oliveira, meu colega de profissão, e professor do Clube SKF, que trouxe sua experiência direta do treinamento dos colaboradores da empresa e seus ganhos tanto na saúde como no rendimento do trabalho, Fabiana Monteiro, da Editora Global Partners e o jornalista Oldair de Oliveira, nosso mago das palavras.

O livro nasceu com o objetivo de incentivar a cultura do esporte e todos os seus benefícios no mundo corporativo, seu nome: "Executivos, sim! Atletas, também!".

Vontade de vencer, dedicação, resiliência, foco para tomadas rápidas de decisões, persistência, bom humor... Isso tudo é muito comum tanto nos atletas como também são para grandes líderes, executivos que se destacam no meio corporativo porque trazem os benefícios da prática esportiva para seu ambiente de trabalho. Como no caso do Claudinei e Silas, que sentiram que o DNA dos atletas e o dos executivos de sucesso é o mesmo. Mas também perceberam que o incentivo à prática esportiva nas empresas ainda tem muito caminho para percorrer. Por isso, nosso livro veio ao mundo, com este objetivo, de mostrar que o mundo corporativo tem que se preocupar com a saúde das pessoas. Segundo a OMS, 5 milhões de mortes por ano poderiam ser evitadas se a população fosse mais ativa. É possível que haja um crescimento profissional e um ambiente organizacional saudável para evitar isso tudo. E, sem dúvidas, isso pode ser alcançado com essa aliança, usando esporte como ferramenta de desenvolvimento pessoal, afinal, líderes e liderados são pessoas que merecem ter saúde e todos os benefícios que esporte traz.

Fascinada com isso tudo, eu expliquei detalhadamente a importância da atividade física e sua contribuição para corpo e mente, as reações fisiológicas no corpo durante o esforço, o porquê das sensações prazerosas do pós-treino, como o exercício diminui o estresse, melhora o humor, bem-estar, melhorando a qualidade de vida, saúde, vitalidade e longevidade.

Pois o exercício não muda só o seu corpo. Ele muda sua mente, sua atitude, seu humor, a maneira como você encara o mundo e se relaciona com as pessoas a sua volta. E isso serve para a vida, seja você um executivo ou não.

Fomos feitos para o movimento. Nosso cérebro depende de movimento. As empresas que proporcionam atividades voltadas para a saúde de seus colaboradores têm um retorno muito maior, não só no lucro, mas no bem-estar e saúde dos mesmos. O esporte valoriza o trabalho em equipe, a motivação, foco, a transpor obstáculos, ensina a ter disciplina e organização. Isso tudo é incorporado na vida da pessoa, tornando-a melhor e mais relaxada ao mesmo tempo, extravasando qualquer excesso nos treinos, não nas pessoas ao seu redor. Muitos executivos colocam em seus cartões de visita suas conquistas nos esportes, e o esporte é visto como o novo MBA, título de um artigo sensacional do publicitário Nizan Guanaes.

Que esta visão do esporte possa contagiá-los, que o movimento, o esporte possa fazer parte da sua vida também. Essa é nossa mensagem, de saúde, de bem-estar, que grandes líderes possam pensar em seus colaboradores e, assim, possamos viver num mundo melhor e mais saudável. Muita saúde a todos.

LICIANA ROSSI é pós-graduada em Treinamento Desportivo (Unicamp), Exercícios Corretivos (Academia Nacional de Medicina Esportiva dos USA), CHEK Practitioner2, HolisticLifestyle Coach2, CHEK Institute/USA, L.P.F. Specialist e graduanda SomaTraining/ELDOA-USA.


Notícias relevantes: