Opinião

A arte de envelhecer

É importante aceitar a idade e fazer de tudo para ter saúde, a longo prazo


Divulgação
Liciana Rossi
Crédito: Divulgação

Não importa quantos anos você tem. Para ser considerado "velho" deveriam perguntar: quanto de energia você tem? Conheço muitas pessoas que já passaram dos 60 com muito mais energia que muitos adultos da faixa dos 30. Viver bem é muito mais importante do que viver muito, o que existe ainda hoje é muito preconceito.

Ninguém sabe ao certo como chamar a população que passou dos 50 anos, sem ficar deselegante, pois as palavras "idoso", "melhor idade", "velhice" não classificam uma grande parte dessa população que tem sim mais idade, mas também uma energia de dar inveja a muitos novinhos. Estas palavras perderam o sentido nos dias de hoje, não descrevem bem estas pessoas cheias de energia.

Há inúmeros exemplos de pessoas que mudaram suas vidas depois dos 60 anos. Roberto Marinho iniciou o projeto do Projac, uma das maiores cidades cenográficas do mundo, com 80 anos. Ele era o grande visionário da Rede Globo, que criou a grande infraestrutura desta emissora, transformando-a numa das maiores do mundo.

Outro grande exemplo, Abílio Diniz, hoje com 85 anos, esbanja saúde e vitalidade, preside um fundo de investimentos e dá palestras em todo o Brasil sobre negócios. Atleta até hoje, ele sempre aliou saúde e atividade física aos negócios, sendo um dos precursores da inclusão do esporte nas empresas. Os pilares da saúde segundo ele são: atividade física, alimentação, controle do estresse, autoconhecimento, espiritualidade e amor.

"A maioria das pessoas não fica doente e envelhece, elas ficam doentes porque envelhecem". Essa é uma citação maravilhosa do médico gerontologista Aubrey Grey. Ele coloca que se trabalhássemos o corpo num sentido de mantê-lo mais jovem e saudável, a possibilidade de adoecimento seria bem menor.

É importante aceitar a idade e fazer de tudo para ter saúde, pensando a longo prazo. A arte de envelhecer é a arte de aceitar a vida, de passar por todas as etapas com muito orgulho de si mesmo, fazendo sempre o melhor para ter saúde e disposição, para viver bem em seu meio, sem que a idade seja um problema. A idade não importa, viver bem é o que importa.

Para ter energia e viver bem, ou melhor, envelhecer bem, que é o que todos nós queremos, é necessário que façamos uma simples pergunta: O que eu faria diferente hoje se priorizasse minha saúde?

Todos nós fazemos muitas pequenas escolhas todos os dias. Desde o que comer para melhorar a alimentação, um copo a mais de água para melhorar a hidratação, algum exercício físico e assim vai. Mas podemos criar oportunidades no nosso dia a dia para viver melhor. Quando escolhemos colocar mais saúde em nossas vidas estamos tornando o bem-estar um hábito, não apenas um desejo.

A prática da atividade física, uma boa alimentação, qualidade do sono e os cuidados com a mente são as tarefas obrigatórias para envelhecer com saúde. Buscar divertir-se mais, dar risada, cultivar amizades e ter um convívio saudável com pessoas, treinar o cérebro, aprender algo novo para estimular a formação de novos neurônios, como palavras cruzadas, um novo idioma, uma nova modalidade esportiva ou mesmo o curso on-line dos seus sonhos, fazer planos, ter um propósito de vida, isso tudo é essencial para a saúde física e mental. A saúde espiritual não fica atrás não, ter uma crença, rezar mais, se conectar com algo que você acredite, meditar e acalmar a mente são tão importantes quanto a parte física. Aliás, fazem com que sua mente não entre em colapso.

Para envelhecer bem e feliz você deve colocar em prática algo que você gostaria de fazer, algum hobbie, algo que te faça realmente feliz. A hora é agora. Se você estiver feliz, se amando, fará tudo o que estiver ao seu alcance para buscar a felicidade e a saúde. A arte de envelhecer começa na sua mente, na positividade, no auto respeito, no autoconhecimento, em momentos de introspecção, de busca, de entendimento da vida. Depois é só voltar a atenção para si mesmo e seus desejos e necessidades, colocando tudo em prática hoje mesmo para aumentar sua saúde e energia. Muita saúde a todos.

LICIANA ROSSI é pós-graduada em Treinamento Desportivo (Unicamp), Exercícios Corretivos (Academia Nacional de Medicina Esportiva dos USA), CHEK Practitioner2, HolisticLifestyle Coach2, CHEK Institute/USA, L.P.F. Specialist e graduanda SomaTraining/ELDOA-USA.


Notícias relevantes: