Opinião

Vamos falar sobre ultrapassar limites

Adquirir sabedoria depende de ouvir, de ler, de contemplar


Divulgação
Monja Kelsang Chime
Crédito: Divulgação

Querido leitor, você sabe qual é o seu limite? E dos outros?

Não sabemos até que, chegando lá, nos deparamos com um "e agora?".

Vivemos uma vida intensa. Mesmo que fiquemos em casa tudo ao nosso redor parece desafiar nossos limites.

Muitas vezes achamos que não aguentaremos a pressão de estarmos vivos, ou se teremos competência para realizar nossas expectativas, as expectativas que achamos que os outros têm de nós e a que temos dos outros, não é? Estamos sempre preocupados como somos vistos ou o que os outros pensam de nós.

Nossos sonhos descontrolados mudam o tempo todo. Nem nós mesmos sabemos qual é o nosso limite. Muitas pessoas nem param para pensar se devem continuar e outras resolvem desistir se entregando à depressão e outros males.

O fato é que nossa vida nos dá a chance de ultrapassarmos todos os limites, de irmos além. Investir em sonhos que nunca se realizarão é perder energia buscando uma felicidade que não permanecerá. A única coisa que nunca vai nos enganar é a nossa sabedoria adquirida.

Sabedoria é uma mente inteligente e compassiva. Só inteligência comum não é sabedoria. Usar a inteligência para construir uma bomba que destrói o mundo não é sabedoria.

Adquirir sabedoria depende de ouvir, de ler, de contemplar o que ouviu e, por meio de sua própria análise e pesquisa, chegar à conclusões que fazem diferença em sua vida e principalmente melhoram sua experiência de estar vivo.

Podemos adquirir sabedoria observando tudo que nos acontece e, com uma mente calma, superar limites.

Qual é o seu limite? Superar alguma contrariedade já basta? Por exemplo: nosso limite de paciência é tão fraco, basta alguém discordar

de nós para "perdermos" a paciência. Em contrapartida, vamos testando o limite dos outros até quase o colapso. Vamos pensar que tudo o que nos acontece é uma oportunidade para nos conhecermos melhor.

Como posso reagir com sabedoria e calma?

Como posso ser paciente com quem está estressado?

Quanto mais sabedoria adquirirmos menos seremos vítimas da nossa ignorância. Se ninguém nunca nos "tirar" da paciência, como saberemos se somos calmos?

Se ninguém nunca nos pedir nada, como saberemos se somos generosos.

Podemos ultrapassar todos os limites, nossa mente é elástica. Podemos aprender a sermos mais generosos e mais pacientes. Podemos superar pequenos desafios até conseguirmos ter uma mente forte como aço.

Estar sempre descontente mostra que ainda não superamos nossos limites. Aumente seu limite para o bem. Todos temos o potencial de ser um ser livre de aflições mentais e desconhecimento. Podemos com certeza parar de testar o limite dos outros. Na verdade eles só querem ser felizes assim como nós.

Pense em quão maravilhoso seria se todos nós estivéssemos superando juntos nossos limites; que nos apoiando e nos apreciando seremos mais felizes.

Ao invés de ficarmos criticando os outros podemos ajudá-los a superar suas dificuldades, acreditando que eles serão capazes de superá-las.

E nós também somos capazes!

Não há razão para acharmos que não somos capazes. Não podem passar nossa vida apenas frustrados e frustrando os outros.

Vamos seguir em frente encarando nossos desafios. Aumentando nossos limites.

Até que finalmente entenderemos que limites não existem.

Até a próxima!

Gen Kelsang é monja budista


Notícias relevantes: