Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

A nova luta de Sérgio Moro

MIGUEL HADDAD | 25/11/2018 | 09:45

À frente da Operação Lava Jato, o juiz Sérgio Moro deu início a uma batalha, até aqui vitoriosa, de dar um fim à impunidade dos poderosos. Agora, como ministro da Justiça, além de dar continuidade a essa luta, se propõe a enfrentar um novo desafio de igual tamanho no combate ao poder das facções.

Muitas pessoas não se dão verdadeiramente conta do significado do crescimento dessas organizações criminosas, que, segundo alguns cálculos, já ultrapassa a casa das sete dezenas, espalhadas por todo o território nacional.

Hoje em dia há regiões inteiras dominadas por grupos organizados de “foras da lei”, algumas vezes em conluio com policiais corruptos. Famílias que têm parentes assassinados muitas vezes sabem quem são os autores, mas simplesmente não têm a quem recorrer para denunciá-los. Estamos nesses lugares frente à anomia, como os juristas nomeiam a situação de ausência da lei. Ou, em português claro, onde impera a lei do mais forte.

O que fazer?

Até o presente, as medidas que vêm sendo tomadas não têm, de fato, surtido efeito algum. Limitam-se ao proverbial enxugar gelo. Falta uma estratégia nova, que crie uma linha de combate eficaz, que possa enfrentar as facções como um todo.

Essa situação não deixa de ser semelhante à enfrentada por Sérgio Moro, quando deu início ao combate à corrupção nos altos escalões do poder. As tentativas anteriores não resultavam na punição dos poderosos, que sempre encontravam uma maneira de fugir à Justiça. De certa maneira, aí também, as ações assemelhavam-se a enxugar gelo.

O modo como sua equipe enfrentou esse desafio, investigando o processo de lavagem do dinheiro das propinas, com a enorme ajuda da delação premiada, então recém-aprovada, foi a chave do seu sucesso.

E essa é também a maneira como Sérgio Moro se propõe derrotar as facções. Seu raciocínio é claro: o que acontecia com políticos corruptos dos altos escalões, que precisavam legalizar colossais somas de dinheiro, é semelhante ao que acontece com a cúpula dessas facções. E a maneira de pegá-los pode ser também a mesma.

Para isso, Moro conta com uma equipe altamente especializada na investigação desse tipo de crime.
Nosso voto de confiança na sua inteligência e na sua coragem. Terá todo o nosso apoio.

MIGUEL HADDAD é deputado federal
Miguel Haddad


Leia mais sobre
Link original: https://www.jj.com.br/opiniao/a-nova-luta-de-sergio-moro/
Desenvolvido por CIJUN