Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

A verdade sobre o café

LICIANA ROSSI | 17/08/2019 | 07:30

Há coisa mais gostosa e ritualística do que um cafezinho? O café uma droga potente e familiar que estimula o sistema nervoso. Quando entra em nosso corpo, aumenta os batimentos cardíacos, a pressão arterial e os níveis de energia, além de melhorar o nosso humor. A cafeína age rapidamente, sendo que podemos sentir os efeitos do café em minutos. Porém, o café pode ter inúmeros benefícios se usado com sabedoria, mas muito perigoso para sua saúde, caso você não tenha noção dos seus super poderes.

Dentre seus benefícios estão: auxílio na performance atlética, aumento da capacidade e foco no trabalho, aumento da performance mental, alinha os pensamentos (conhecido mundialmente como a “droga dos escritores”) e limpa os intestinos. Pesquisas mostraram que ele diminui o risco de câncer de fígado, diabetes tipo 2, insuficiência cardíaca e Mal de Parkinson. Além de conter nutrientes como a riboflavina (Vit B-2), niacina (Vit B-3), magnésio, potássio e muitos antioxidantes, capazes de diminuir os radicais livres. Segundo Paul Chek, o café tem uma variedade enorme de nutrientes, mas por oxidar muito rápido, devemos consumi-lo imediatamente. Cafés de garrafas térmicas não oferecerão todos estes benefícios.

O café é geralmente seguro para a grande maioria das pessoas. Pesquisas mostraram benefícios para aqueles que bebem de 2 a 4 xícaras ao dia. Mas um dado muito interessante de uma pesquisa de 2017, citada pelo site medicalnewstoday.com , foi que fumar pode cancelar qualquer um destes benefícios citados acima.

Beber muito café, principalmente se você anda muito estressado pode não ser bom para seu saúde. Isso porque o café tem um efeito estimulador do sistema nervoso simpático, podendo acentuar a fadiga adrenal em pessoas que se encontram em estresse crônico. Lembrando que o café pode aumentar o cortisol (hormônio do estresse), deixando-o cada vez mais ansioso, irritado e tornando este ciclo como uma bola de neve, pois cada vez mais você precisará do café como combustível (já que não terá energia naturalmente). Os efeitos do excesso de cafeína vão desde irritabilidade, nervosismo, ansiedade, dores estomacais, refluxo, diarreia, taquicardia, aumento do ritmo respiratório, insônia e sudorese. O excesso do café nas mulheres pode acentuar a endometriose, risco de fraturas ósseas, diminuição do desejo sexual, ressecamento dos órgãos sexuais e resultar em problemas de saúde desta região, além de ser um estressor da fisiologia feminina para aquelas que sofrem irregularidades menstruais e do climatério. Nos homens o excesso do café pode diminuir a performance sexual já que o sistema nervoso parassimpático é o responsável por mandar sangue para manter a ereção, enquanto o sistema nervoso simpático é o responsável por desencadear a ejaculação, assim, o excesso de café pode estimular a ejaculação precoce.

As pessoas podem ficar viciadas em café com apenas 1 xícara, tamanho seus poderes. As síndromes de abstinência são rápidas e em apenas um dia sem café você pode ter dores de cabeça, enjoos, colapso mental, letargia, constipação, dentre outros sintomas. Uma dica para ter apenas os benefícios do café, é fazer uso sem depender dele. Tenha energia através do seu ciclo de sono saudável, da sua alimentação balanceada, e assim desfrute do delicioso ritual de um cafezinho com saúde e prazer. Muita saúde a todos.

LICIANA ROSSI é educadora física formada pela ESEF Jundiaí; pós-graduada em treinamento físico pela Unicamp e ginástica corretiva pela FMU-SP; exercícios corretivos pela Academia Nacional de Medicina Esportiva – NASM/USA; CHEK Practitioner nível 2 Califórnia/USA; Holistic Life Style Coach/CHEK Institute/USA.

Liciana Rossi


Leia mais sobre |
LICIANA ROSSI
Link original: https://www.jj.com.br/opiniao/a-verdade-sobre-o-cafe/
Desenvolvido por CIJUN