Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Abrace a Serra do Japi

DOM VICENTE COSTA | 17/11/2019 | 07:30

“O Senhor Deus tomou o homem e o colocou no jardim do Éden, para cultivá-lo e guardá-lo” (Gn 2,15)

Mais do que nunca, nós, os cristãos, precisamos testemunhar a comunhão, o diálogo e o respeito mútuo entre aqueles que creem em Jesus e na Sua Palavra. Neste mundo globalizado e marcado por conflitos, como a intolerância, a injustiça social, a falta de oportunidades iguais para mulheres e homens e tantos outros desafios, todo esforço que vise à boa convivência entre todos é louvável e oportuno. É urgente que tenhamos consciência da gravidade desta situação e da necessidade de atitudes concretas, inspirados na Palavra que diz: “Vós sois o sal da terra e a luz do mundo” (cf. Mt5, 13-16).

Em Jundiaí, temos feito uma bela experiência de convivência, partilha e oração em comum, entre evangélicos e católicos, lideranças e membros. Já realizamos o ‘Abrace o São Vicente’ (18 de dezembro de 2015), um hospital tão importante para a nossa cidade de Jundiaí e região; realizamos também o ‘Abrace o Rio Tietê’ (6 de junho de 2016), que geme de dor e clama pela vida.

E, no próximo dia 23 de novembro, a partir das 10 horas,em frente à guarita da Guarda Civil Municipal (GCM),no início da trilha da Serra do Japi, na região do Bairro Eloy Chaves, em Jundiaí, vamos realizar o ‘Abrace a Serra do Japi’. Todos que puderem e quiserem participar deste evento são convidados a unir a voz e a fé num gesto profético que destaca o cuidado com a nossa Casa Comum.

Ao escrever sobre este tema tão pertinente e atual, veio-me à lembrança um olhar de preocupação. Não faz muito tempo, estive na cidade de Santana de Parnaíba. Pouco antes de começar a atividade, percebi uma adolescente com um olhar de reflexão. Perguntei a ela: “Você está preocupada?”. Ela com voz serena me respondeu: “Estou pensando se o futuro será bom ou ruim”.

Fiquei surpreso com a resposta dela, pois não imaginava uma menina tão nova pensando em algo tão sério.

Ela então me perguntou: “O futuro será bom ou ruim?”. Também com bastante calma disse a ela e aos que estavam por perto: “Vai depender muito de nós. Deus criou tudo muito belo. Deus nos deu uma casa maravilhosa, que tem água, terra, bosques, mares, flores e tantas riquezas. Deus nos deu tudo para cuidarmos e vivermos bem. Porém, estamos poluindo os rios, desmatando e queimando as florestas, destruindo a Amazônia. Todo ataque contra a natureza acaba sendo um ataque contra nós mesmos, contra a nossa vida e o nosso futuro”.

Acredito que este relato nos ajuda a refletir sobre a nossa atitude diante da natureza. Estamos cuidando do presente em vista das futuras gerações? Nós e os que virão depois de nós, precisaremos de nossa Casa Comum bem cuidada. As nossas pequenas ações, desde jogar lixo no lixo, passando pelas políticas públicas e tantos outros pequenos gestos de nossa parte irão definir se o nosso futuro será bom ou ruim, lembrando que o futuro já começou. Por isso todos serão bem-vindos neste ‘Abrace a Serra do Japi’, em Jundiaí!

DOM VICENTE COSTA é bispo diocesano de Jundiaí.


Leia mais sobre |
Link original: https://www.jj.com.br/opiniao/abrace-a-serra-do-japi/
Desenvolvido por CIJUN