Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Coluna do Martinelli: Avós, forças estabilizadoras dentro do lar.

JOÃO CARLOS JOSÉ MARTINELLI | 29/07/2018 | 10:53

Comemorou-se a vinte e seis de julho, na última quinta-feira, o DIA DA VOVÓ, uma celebração quase desconhecida e que no passado chegou a receber, sem êxito, algumas investidas do comércio, logo ofuscadas pela proximidade com o Dia dos Pais, alvo principal nesta  época, das atenções mercantis. A homenagem foi instituída em função da Igreja consagrar esta data à Santa Ana, mãe de Nossa Senhora e, portanto, avó de Jesus. Embora pouco divulgada e felizmente distante dos apelos consumistas, trata-se de uma solenidade muito justa, já que as mulheres que alcançam tal condição, têm muita dedicação e amor pelos filhos de seus filhos, a ponto de popularmente se afirmar que “ser avó é ser duas vezes mãe”.

E os avós merecem consideração e respeito, pois já viveram muito, possuem grande experiência de vida e podem transmitir muitos ensinamentos a todos de sua família. São pessoas ligadas a nós através de laços consanguíneos e a maioria deles se constitui num grande exemplo de trabalho, de honestidade, de paciência, de fé, de firmeza e principalmente de muito amor. Às vezes, revelam-se em força estabilizadora dentro do lar, em exemplos reais de superação humana e em arquivo imenso de bons conselhos.

O Dia das Avós se constitui numa ótima oportunidade para refletirmos sobre a posição dos mais velhos no contexto comunitário e principalmente no seio familiar. Eles merecem respeito, admiração e principalmente dedicação, como forma de compensar todo o sacrifício, trabalho, empenho e amor dedicado aos primogênitos durante toda a existência. Cada ruga, às vezes, representa uma história. E são tantas. Vamos ouvi-las, curti-las e principalmente respeitar cada idoso, pois poderemos aprender muito e ainda retribuímos um pouco pelo muito que fizeram e fazem por nós, pela sociedade e pela humanidade como um todo. Vamos sempre lhes propiciar carinho, atenção e afeto.

POSIÇÃO JURÍDICA

Os avós são figuras tão importantes na vida familiar que foi sancionada a Lei 12.398/2011, que garante a eles o direito de visitar os netos em caso de separação dos pais, podendo-lhes, a critério do juiz, ser extensivo o direito de guarda e educação dos menores, levando em conta os interesses da criança ou do adolescente.

(Foto: Arquivo/Jornal de Jundiaí)

LICENÇA PATERNIDADE PARA AVÓS

A Câmara dos Deputados aprovou no último dia 05 de junho o projeto de lei que permite à avó ou ao avô maternos usufruir da licença paternidade quando o nome do pai não for declarado no registro da criança. A matéria seguiu para tramitação no Senado.

JOÃO CARLOS JOSÉ MARTINELLI é advogado, jornalista, escritor e professor universitário. É presidente da Academia Jundiaiense de Letras (martinelliadv@hotmail.com)


Link original: https://www.jj.com.br/opiniao/coluna-do-martinelli-avos-forcas-estabilizadoras-dentro-do-lar/
Desenvolvido por CIJUN