Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

COLUNA DO MARTINELLI: UMA DATA PELA PROMOÇÃO DA SAÚDE E QUALIDADE DE VIDA

JOÃO CARLOS JOSÉ MARTINELLI | 31/03/2019 | 05:01

06 de abril, sábado que vem, é o Dia Nacional de Mobilização pela Promoção da Saúde e Qualidade de Vida, sendo também celebrado o Dia Mundial da Atividade Física. Ambas as datas foram criadas objetivando promover por meio do conhecimento a melhoria do bem estar da população, apoiando o esclarecimento e a mobilização dos profissionais da saúde, formadores de opinião, líderes governamentais e religiosos de todos os credos a ajudar e incentivar as pessoas a procurarem ajuda médica e cuidar mais de sua saúde.
Por mais que seja um tema tratado quase que diariamente, ainda assim, temos uma parcela muito grande em situação de risco por maus hábitos de vida, como alimentação errada, pouco ou nenhum exercício físico, alta ingestão de gordura, cigarro e bebidas alcoólicas, dentre outros hábitos de vida que prejudicam o bem-estar.
Há uma notória percepção de que a qualidade de vida está relacionada a um conjunto de políticas – indo do saneamento, da habitação, da educação e da cultura até às políticas voltadas para a geração de renda e emprego, mas a saúde é fundamental e sem a qual não há satisfação ou comodidade.
Por outro lado, uma concepção moderna de saúde indica que ela se constitui no bem-estar do indivíduo nos aspectos físico, mental e social. Por isso, a ocasião comemorativa serve para lembrar a todos que ela é coisa séria e como tal, deveria ser tratada, pois ao contrário, revela-se em fiel depositária de muitas das mazelas sociais, como constantemente podemos verificar em todos os rincões brasileiros.
Evidentemente em nosso país não há muito que se comemorar nessa data que também poderia ser festiva, se a maioria de nossos homens públicos cumprissem efetivamente com seus deveres sociais e constitucionais.

Dia Mundial de Conscientização do Autismo
O Dia Mundial do Autismo, celebrado anualmente em 2 de abril, foi criado pela Organização das Nações Unidas em 18 de dezembro de 2007 para a conscientização acerca dessa questão, difundindo informações para a população e assim reduzir a discriminação e o preconceito que cercam as pessoas afetadas por esta síndrome neuropsiquiátrica. Os transtornos do espectro autista (TEA), como o próprio nome sinaliza, englobam uma série de diferentes apresentações do quadro, que têm em comum: maior ou menor limitação na comunicação, seja linguagem verbal e/ ou não verbal; na interação social e comportamentos caracteristicamente estereotipados, repetitivos e com gama restrita de interesses. Apesar de não ter cura, terapias e medicamentos e é claro, muito amor podem proporcionar qualidade de vida para os pacientes e suas famílias.

Dia da Mentira
Dia M Amanhã, primeiro de abril, celebra-se se o Dia Internacional da Mentira e das Brincadeiras. Após um período de ostracismo, lembrado apenas por crianças, a data voltou a atrair a atenção dos brasileiros, servindo como justificativa para muitas pessoas pregarem peças divertidas em outras.
Essa comemoração teve origem na França, em 1564, quando a data era festejada como Ano-Novo, posteriormente substituída pelo Primeiro de Janeiro, por determinação do rei Carlos IX. Por isso, os franceses denominaram o primeiro de abril como o “dia falso”, passando a oferecer aos amigos presentes fictícios ou dissimulados e a contar piadas, costumes que persistem até hoje em muitos países.

JOÃO CARLOS JOSÉ MARTINELLI é advogado, jornalista, escritor e professor da Faculdade de Direito do Centro Universitário Padre Anchieta de Jundiaí. Atualmente é presidente da Academia Jundiaiense de Letras (martinelliadv@hotmail.com)

JOÃO CARLOS JOSÉ MARTINELLI


Link original: https://www.jj.com.br/opiniao/coluna-do-martinelli-uma-data-pela-promocao-da-saude-e-qualidade-de-vida/
Desenvolvido por CIJUN