Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Dá-lhe água na quarentena!

LICIANA ROSSI | 04/07/2020 | 05:42

Uma queixa comum que ouvi nesta quarentena foi: “estou bebendo pouca água”. Infelizmente a interrupção de nossas rotinas foi um fator que levou muitas pessoas a este esquecimento. Mudamos nossos hábitos e nosso comportamento nesta pandemia, então é chegada a hora de nos organizarmos e pensarmos em nossa saúde.

Se a grande maioria das pessoas já tinha dificuldade de se hidratar adequadamente sem o uso das máscaras, imaginem agora. Só não se esqueçam que beber água é uma das recomendações mais básicas de saúde, pois a hidratação correta mantém o sistema imunológico em dia e o bom funcionamento de todo o organismo.

Hidratar é repor a água que nosso organismo utilizou em funções como respiração, transpiração, sistemas de defesa, pele, lubrificação de tecidos e articulações, digestão e eliminação (urina e fezes), sendo fundamental para a atividade celular, pressão arterial e circulação sanguínea, levando os nutrientes, como o oxigênio e sais minerais, até as células, além de expulsar as toxinas (pelo suor e urina). As atividades cerebrais, viscerais e miofasciais têm melhor desempenho quando seu corpo está hidratado. Tudo isso é possível porque a água é o solvente biológico universal.

O corpo de um adulto é formado por aproximadamente 70% de água e ela é responsável por grande parte do peso corporal. O nosso cérebro é 85% água, e no nosso sangue, 90%, é água. Ela é essencial ao corpo humano e sem ela não sobreviveríamos por mais de três a cinco dias. Em pessoas que praticam atividades físicas essa perda pode ser bem maior, dependendo da atividade e da intensidade. O clima também dita a utilização da água pelo nosso corpo. Climas quentes e secos exigem maior suporte de líquidos ao organismo.

Uma pesquisa realizada pela Universidade da Carolina do Norte mostrou que 75% das pessoas sofrem de desidratação crônica. Os sintomas podem ser imperceptíveis e incluem fadiga, inchaço, aumento da fome, retenção de líquidos e hipertensão. A boa notícia é que isso tudo pode ser facilmente revertido com a mudança do hábito: é só beber água suficiente para se manter hidratado. Um adulto deve tomar de 2 a 3 litros diariamente, mas tudo depende da idade, clima e prática esportiva.

Dicas simples podem ser adotadas para que você sempre esteja bem hidratado: beba diariamente um copo de água ao acordar. Beba sempre um antes de se deitar, antes das refeições beba um copo de água. Mas tenha também uma garrafinha sempre por perto e em diferentes locais da casa. Há aplicativos que podem lembrá-los também, costumo indicar um gratuito: “Drink Water”. Se você tem dificuldade para ingerir água, tente aromatizá-la com gengibre, hortelã e frutas cítricas, fica delicioso. No inverno, abuse dos chás, sem açúcar e nunca substitua a água por refrigerantes, cafés, sucos e cervejas. Muita saúde a todos.

LICIANA ROSSI é educadora física formada pela ESEF Jundiaí, pós-graduada em treinamento físico pela Unicamp e ginástica corretiva pela FMU-SP; exercícios corretivos pela Academia Nacional de Medicina Esportiva – NASM/USA; CHEK Practitioner nível 2 Califórnia/USA; Holistic Life Style Coach/CHEK Institute/USA.

 


Leia mais sobre |
Link original: https://www.jj.com.br/opiniao/da-lhe-agua-na-quarentena/
Desenvolvido por CIJUN