Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Dom Vicente: As crises da vida

DOM VICENTE COSTA | 17/06/2018 | 05:00

“Não se perturbe o vosso coração” (Jo 14,1)! Nas visitas e celebrações onde tenho a grande alegria de estar presente, é muito comum conversar com pessoas que sempre têm algo para dizer, perguntar e partilhar. Fico sempre pensativo e com profundo desejo de ajudar, de alguma maneira, aqueles que falam de suas lutas, seus dramas e suas crises.

E lembro-me de todos, sobretudo em minhas orações, com a certeza de que Deus ouve o nosso clamor. Confesso que fiquei tocado com uma pessoa que, olhando firmemente em meus olhos e segurando as minhas mãos, disse-me: “Estou atravessando uma grave crise na minha vida”. Acredito que todos nós, em diferentes momentos da vida, passamos por alguma crise. Em fração de segundos, refleti e busquei uma palavra de esperança para aquela pessoa. E desejo oferecer três palavras de ânimo e coragem em relação às crises que nos surpreendem ao longo da vida.

Gosto muito da etimologia das palavras. É um bom começo para entender o seu real significado. A palavra “crise” está ligada às atitudes fundamentais e decisivas da nossa vida. Tem a ver com decisão, escolha, crescimento e amadurecimento. Neste sentido, toda crise pode ser uma boa e marcante experiência, pois nos conduz sempre a uma superação, a um momento novo de vida, podendo nos tornar ainda mais fortes, mais determinados, mais realizados e, portanto, mais felizes.

De maneira que não podemos nos desesperar no momento em que ela surge, mesmo que se configure como espécie de “noite escura”, porque, seguramente, não existe noite nenhuma que possa impedir o nascer do sol. Ou seja, depois de toda tempestade vem a calmaria! Depois da chuva vem o sol! Depois da noite vem sempre um novo dia!

Tirando-se a letra “s” da palavra “crise”, tem-se a palavra “crie”. E este pode ser um caminho a ser percorrido. Nas crises da vida, podemos usar a nossa criatividade e nossa força de vontade. Ao invés de nos entregarmos à murmuração ou simplesmente à lamentação, podemos pensar e agir de um modo bem propositivo, aprendendo lições e encontrando alternativas mesmo diante de grandes obstáculos.

T_DOM_VICENTEE, por fim, na hora da crise, podemos nos recordar de que do céu é que nos vêm a graça e a redenção para uma nova página na nossa história. Como nos diz a Palavra de Deus: “Se eu tiver de andar por vale escuro, não temerei mal nenhum, pois comigo estás” (Sl 23[22],4). Todos nós passamos por crises. Elas são inevitáveis na nossa vida. O que faz a diferença é a maneira como as enfrentamos e as superamos. Não podemos jamais aceitar passivamente o desânimo, o desencanto ou desistir de sonhos.

Por isso, coragem! Que toda crise se transforme numa grande superação, de maneira que à luz da fé e do nosso empenho pessoal, as nossas maiores crises se tornem as nossas maiores vitórias.[/22]

DOM VICENTE COSTA é bispo


Link original: https://www.jj.com.br/opiniao/dom-vicente-as-crises-da-vida/
Desenvolvido por CIJUN