Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Espaço do Cidadão: 04 de março de 2018

FLORIANO PESARO - opiniao@jj.com.br | 04/03/2018 | 20:45

A eleição do saudoso Mario Covas (1930-2001) ao governo estadual, em 1994, iniciou a liderança do PSDB para o bem de todos os paulistas. Ele herdou um estado com sérios problemas fiscais, baixíssima capacidade de investimento, obras paradas e políticas públicas em desmonte. Diante desse desafio, não hesitou em fazer o que precisava ser feito e promoveu um responsável ajuste das contas públicas. Em razão das dificuldades que todo ajuste causa, a disputa pela reeleição foi duríssima, e ele quase ficou de fora do segundo turno. A população reconheceu seu trabalho de saneamento das finanças e conferiu a Mario Covas uma vitória consagradora. Dessa forma, deu continuidade a uma série de políticas públicas pioneiras, como os restaurantes Bom Prato, hoje com mais de 50 unidades, e o Poupatempo, referência em bom atendimento aos cidadãos em 71 unidades por todo o estado. Com o falecimento de Covas, Geraldo Alckmin assumiu o leme do estado em 2001 e, com pulso firme e humildade características, deu continuidade ao legado de seu mentor e imprimiu a marca da estabilidade na política estadual.

Durante os seus outros três mandatos – de 2002 a 2006 e de 2010 até os nossos dias -, Alckmin deu impulso à construção e expansão de uma série de políticas públicas bem-sucedidas nas mais diversas áreas. No interregno em que Alckmin deixou o governo para dar sua contribuição como candidato à Presidência da República, em 2006, São Paulo contou com a experiência e a competência de José Serra no comando do governo, imprimindo sua marca de boa gestão e inovação nas políticas. Tal continuidade administrativa, aliada à experiência desses três grandes líderes, rendeu excelentes frutos para São Paulo. Na segurança pública, Alckmin segue com mão firme o combate à criminalidade. O estado tem o menor nível de homicídios do país e abriga 10 dos 20 municípios mais seguros, com investimentos de mais de R$ 800 milhões. Já na educação, está vencendo o desafio da qualidade, sendo o único Estado a ocupar o topo do ranking do Ideb nos três ciclos: primeiro lugar no ensino fundamental 1 e ensino médio e segundo lugar no ensino fundamental 2. Além disso, São Paulo tem mais matrículas em suas Etecs (182 mil) que as escolas técnicas de todo o restante do país. São Paulo hoje colhe importantes e significativos resultados da gestão tucana, constituindo um relevante exemplo em termos de implantação democrática de políticas e boa governança pública. Este é um legado que precisa ser mantido e ampliado, e este é o modelo que queremos ver replicado no Brasil.

Floriano Pesaro – secretário de Desenvolvimento Social do estado de SP


Link original: https://www.jj.com.br/opiniao/espaco-do-cidadao-04-de-marco-de-2018/
Desenvolvido por CIJUN