Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Espaço do Cidadão – 12 de março de 2018

LEITOR | 12/03/2018 | 06:00

EMPREENDER NO BRASIL É PARA GIGANTES: Sinto em alguns momentos o mesmo tipo de sofrimento que deve ter passado o Barão de Mauá na época que tinha um dos maiores bancos do Brasil e que foi levado a falência por causa do empreendedorismo do seu dono. Estou abrindo uma faculdade, A Faculdade CeN é uma start-up denominada “Clube dos Administradores” e ambos podem ser vistos no site híbrido www.cenegocios.com.br. O que mais me impressiona é a falta de vontade dos órgão oficiais de ajudarem, mesmo sabendo que estará trazendo novidades e muitas parcerias para a cidade. Entendo a iniciativa pública brasileira – e aí coloco as prefeituras, que estão mais próximas a nós e devem passar por um processo de treinamento e desenvolvimento para sair da sua zona de conforto, ter estabilidade e achar que pode e deve fazer o que bem quiser. Claro que temos exceções e, para aqueles que estão nesse grupo, sei que não é fácil trabalhar com alguns prefeitos sem a mínima qualificação e que não se preocupam em obtê-la para si e, consequentemente, para seus subordinados. Tenho uma verdadeira admiração pelos Estados Unidos e gostaria muito que o empreendedorismo e assertividade deles fossem trespassados para nossos funcionários, sejam da iniciativa privada e mais ainda da pública. Somos um povo trabalhador e criativo. Sabemos nos sair bem em situação de mudanças e em com uma economia que passa por crises e muita burocracia dos órgão estatais, que só sabem atrapalhar e não tentam melhorar seu país e seus empreendedores. Muitos amigos estão indo morar fora do Brasil e tenho até familiares fazendo o mesmo, mas ainda sou teimoso e acredito em mudanças por aqui para nossos netos e bisnetos. Tenho orgulho de empreender, apesar da crise que passamos. Vejo que estamos melhorando e nos capacitando de novo. Bons ventos para quem soube plantar em tempos de tempestade, pois, como mostra o ditado popular “Depois da tempestade vem a bonança”… Brasil, os empreendedores devem ser respeitados e amados, e não o contrário.
>Robson Paniago – Administrador e poeta

ELEIÇÕES 2018: As eleições de 7 de outubro estão chegando. Neste momento, está difícil escolher um bom candidato para votar, mas é fácil escolher o que não vamos votar. Temos que olhar bem o passado dos postulantes e saber o que eles querem fazer pelo país. Chega de políticos autistas, que só agem para se beneficiar.
Miriam Gomes


Link original: https://www.jj.com.br/opiniao/espaco-do-cidadao-12-de-marco-de-2018/
Desenvolvido por CIJUN