Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Geração Z

VÂNIA MAZZONI | 16/10/2019 | 07:30

A geração Z está chegando ao mercado de trabalho e, com ela, muitas transformações nas empresas.

Nascidos em meados da década de 90 e início de 2000, possuem um perfil quase oposto às gerações anteriores e, de acordo com estimativa recente, feita pela Organização das Nações Unidas (ONU), será a maioria da população mundial esse ano, chegando a 32%.

As pessoas nascidas neste período são conhecidas por serem nativas digitais, muito familiarizadas com a internet, compartilhamento de arquivos, celulares e estão extremamente conectadas.

Compreendem bem a tecnologia e possuem uma facilidade maior para se adaptarem às novas tecnologias.
Imaginem essa moçada trabalhando na tão falada indústria 4.0.

Fico aqui me perguntando se a forma com que trabalhamos hoje, a hierarquia dentro das organizações, continuará a mesma.

Essa geração vem para romper paradigmas, pois prefere um ambiente de trabalho que ofereça condições de igualdade e no qual não haja barreiras entre os funcionários de diferentes áreas ou cargos. Trabalhar de forma colaborativa e mais horizontal é uma característica desta geração.

Outra questão está ligada à agilidade, pois convivem bem com a rapidez da tecnologia, afinal, quando chegaram ao mundo, ninguém mais levantava do sofá para trocar de canal, ou mesmo escreviam cartas para mandar notícias aos amigos e parentes distantes.

Tudo para eles acontece em tempo real, e ao executarem um trabalho ou cumprirem uma tarefa, tendem a querer um feedback imediato.

Creio que a troca entre experiência e inovação será riquíssima nos próximos anos.

Temos de nos habituar aos horários flexíveis em nome da produtividade. Essa geração, mais do que as anteriores, está ligada aos propósitos e à conexão com a empresa. Eles precisam acreditar no que estão fazendo. São mais livres, criativos, habituados a resolver questões sem precisar de horas intermináveis de reuniões.

Nós, que somos de outra geração, precisamos nos libertar de algumas crenças e fazer pequenas apostas em nome da produtividade.

VÂNIA MAZZONI é diretora de RH. Site: www.novarh.com.br. E-mail: marketing@novarh.com.br

 


Leia mais sobre |
Link original: https://www.jj.com.br/opiniao/geracao-z/

Notícias relacionadas


Desenvolvido por CIJUN