Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Geraldo Gattolini: Estatísticas e desacertos

geraldo gattolini | 06/07/2018 | 06:00

Há poucos meses saiu um levantamento estatístico de um organismo internacional que colocava o Brasil numa posição extremamente negativa. Conversando com alguns amigos estudiosos de assuntos econômicos e sociais, concluímos que esse trabalho – que foi publicado com grande estardalhaço na mídia – não tinha fundamentos sólidos.
Comparar o Brasil com alguns países da Europa pode ser até um exercício mental interessante, mas neste caso é preciso tomar muita cautela. Pegar o certo pelo duvidoso parece ser um exercício de nenhuma eficácia, ou provavelmente alguém querendo passar alguma notícia falsa.

Há também aquele caso em que se pega o certo com conclusões falsas apenas para realizar algum trabalho. Ainda recentemente, assistimos na televisão uma reportagem sobre as crianças mais felizes da Europa, no caso as holandesas. Ora, a Holanda está com população estagnada, assim como quase todos os países da Europa desde o início da Segunda Guerra Mundial. Então, sem aumentar a população e com a subida do PIB, foi possível dar à população um nível superior de qualidade de vida. A população europeia está nivelada. Em alguns países, tem morrido mais gente do que nascido. Vamos agora ao Brasil. Em 1970, éramos 90 milhões de habitantes. Hoje chegamos a 208 milhões.

CLIQUE AQUI E CONFIRA OUTRAS COLUNAS DE OPINIÃO DOS ARTICULISTAS DO JORNAL DE JUNDIAÍ 

A população cresceu 118 milhões de habitantes. Dobramos de tamanho. O PIB também cresceu acentuadamente, mas não tivemos política pública para melhorar as condições de vida da população pobre. As elevações de qualidade se deram mais no centro da população mais rica. mas qual população é realmente pobre? Existem muitas distorções. Nossas estatísticas sociais não são confiáveis. Nos próximos anos, a revolução social no Brasil deverá se dar muito mais com a colaboração da Antropologia do que nos quadros políticos.

GERALDO GATTOLINI é jornalista e pesquisador / E-mail: gattolini@uol.com.br

ARTICULISTA GERALDO GATTOLINIJORNALISTA


Link original: https://www.jj.com.br/opiniao/geraldo-gattolini-estatisticas-e-desacertos/
Desenvolvido por CIJUN