Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Guaraci Alvarenga: 2019, seja uma águia

GUARACI ALVARENGA | 04/01/2019 | 07:30

Começa novo ano. Renovam-se as esperanças e os sonhos. Esqueça o que não deu certo. Enfrente outros desafios. Não se acomode. Não se ajoelhe diante da vida. Por mais distante que esteja, sempre haverá um lugar para ser feliz. Isto me traz em mente uma história contada por Leonardo Boff, em seu livro “A águia e a galinha”, que merece nossa reflexão. Narra a história que um camponês, encontrou um filhote de águia, perdido em uma floresta, e resolveu criá-lo. Colocou-o num galinheiro junto com as galinhas. A ave vivia humilde em companhia delas, embora fosse a rainha de todos os pássaros. Depois de alguns anos, o camponês recebeu em casa um naturalista, que ao olhar para o galinheiro percebeu logo a presença da águia. Intrigado, perguntou se aquele pássaro era realmente uma águia. O camponês confirmou, observando que ela foi criada como galinha, e como galinha nunca alçara as alturas. O naturalista retrucou. Tem o coração de águia. E este coração a fará, um dia, voar. Então decidiram fazer uma prova. O naturalista tomou a ave, ergueu-a bem alto, impulsionou-a para voar, mas a águia, pulou para junto das galinhas. Inconformado, o naturalista voltou no dia seguinte, desta vez subiu no telhado da casa. Não era possível que não voasse. Quando a águia viu as galinhas lá embaixo, pulou e foi para junto delas. Não resignado, levou-a para bem longe do galinheiro. No alto de uma montanha o naturalista ergueu a águia para o alto e ordenou-lhe: abra as asas e voe. A águia olhou ao redor, insegura, tremia ao experimentar uma nova vida. Segurou-a, firmemente, na direção do sol, para que pudesse ver a claridade e o infinito do horizonte. Neste momento, ela abriu as suas asas, grasnou um canto de liberdade, e começou a voar para o alto, mais para o alto, até confundir-se com o azul do céu. O naturalista tinha razão. Uma águia é uma águia e uma galinha é uma galinha. Creiam que muitas vezes nos fazem pensar como galinhas. E por isso, abram as asas e voem como águias. Jamais se contentem com os grãos que jogarem aos seus pés, para ciscar. Não repitam os erros cometidos e nem copiem modelos desgastados pelo tempo. Busquem com inteligência e criatividade o seu espaço no dia a dia. Pequem pelo erro e não pela omissão. Amem a vida. Não se acomodem. Lutem. Aprendam a recomeçar. Trabalhem sempre. Não parem. Isto já se chama sucesso. Sejam felizes. O mundo não é principalmente nosso Brasil, graças a Deus, uma obra acabada.

GUARACI ALVARENGA é advogado. E- mail: guaraci.alvarenga@yahoo.com.br

GUARACI ALVARENGA


Link original: https://www.jj.com.br/opiniao/guaraci-alvarenga-2019-seja-uma-aguia/
Desenvolvido por CIJUN