Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Guaraci Alvarenga: A vida em si

GUARACI ALVARENGA | 25/01/2019 | 07:30

Ter um doce ombro sempre para encostar. Domingo na sauna do clube, com os amigos. Uma manhã na Academia de Letras. O file à Osvaldo Aranha do bar Chafariz. O luar do sitio das Angolas do Pitico. O canto do Bem Te Vi numa tarde amena. O futebol alegre da rapaziada do UPA aos sábados. Dançar com Miriam. Ouvir Elis Regina cantando Carinhoso. A festa do Guma do Vanoil (Passarela). Chope no Alemão da Marechal. O cafezinho com Sergio del Porto no Bate Bola. Rever uma velha amizade. A pizza do Beja. Os filmes do Poderoso Chefão. O pão francês do Schiavi recheado de cebolinha e sardinha na bela chácara do Pascoal Suenson. Uma boa dose de wiskey. A última sexta do mês com os velhos amigos. O “bom dia” do mais doce, Orlando Gazolla. Festa sertaneja beneficente do Afonso Davos, o filantropo “Fiinho”. A quarta nobre com os craques do masters do Clube. Um jogo de “tranca” no clube ACRE. A comida árabe do Samir. “My Way” na voz de Frank Sinatra. Queijo com goiabada. Segunda na Academia. Passear com a neta Leticia no Shopping. Palestra com o desembargador Artur Marques da Silva Filho. Afonso Pereira, aquele abraço. O desfile do Refogados do Sandi. Uma noite no bar Natura. A feijoada do Carnaval do Jundiaiense. Ouvir um elogio. Ler logo cedo o Jornal de Jundiaí. O estonteante bloco Chupa que e de Uva. Um dia dando “banho” na minhoca. As saborosas “porpetas” do Antonio. A comida mexicana do Bira Chagas. As frutas do De Marchi. Noite de lua cheia. A festona na Terra Nova do Zé do Café. A apetitosa rabada com polenta brilhosa de Dona Quita Amadi. Os amigos do facebook. O bife de chorizo, a beira da piscina, de Ivone Nogueira. Praia com sol. Frango caipira com salada verde. Os “resedás” em flores. Almoço com a família. Ir ao cinema. Sábado de mãos dadas. Fim de semana com Elida/Renato Furtado. Escrever toda semana o artigo no jornal. Cuidar do cãozinho. Bater um papo com o Toninho da Casa de Aves. A Maçonaria do venerável irmão Fabio Kachan. Vinho e queijos. Cheiro da “dama da noite” na varanda. Jabuticabeira carregada. Ipê amarelo em flores. Esperar alguém do coração. Um telefonema de apoio. Por do sol no campo. O livro de cabeceira. O velho chinelo. O bacalhau do Barão Ricardo Ricaredo. A Páscoa em Jesus. A beleza das orquídeas em flor. Descansar numa rede. Sonhar acordado. Sorrir a todo instante. Acreditar no trabalho. Feliz aniversário. A espera do Natal com todos os familiares. Ouvir o canto dos pássaros. A revoada das maritacas. O ninho do beija flor na haste da samambaia. O meu carinho a todos vocês. Brindar o Ano Novo para começar tudo de novo.

GUARACI ALVARENGA é advogado. E- mail: guaraci.alvarenga@yahoo.com.br

GUARACI ALVARENGA


Link original: https://www.jj.com.br/opiniao/guaraci-alvarenga-a-vida-em-si/
Desenvolvido por CIJUN