Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Guaraci Alvarenga: O filho do seu “Guma”

GUARACI ALVARENGA | 05/04/2019 | 07:30

Conheci Gumercindo Pereira, carinhosamente chamado de “seo” Guma, através de seu filho Vanoil Rocha Pereira. Modo simples de ser e viver. Era atencioso ao tratar as pessoas. Tivemos longas conversas. Dele aprendi que nunca rezava para pedir, sempre para agradecer. Revelava a necessidade de se dedicar tempo e ajudar as crianças menos favorecidas pela vida. Sofria demais ao ver uma criança desamparada. Ele mesmo teve o desafio de ser pai de 10 filhos. Sentia-se feliz por nunca ter faltado o “franguinho na panela” para a família e a intensa capacidade de trabalhar. Deixou seu torrão natal, no Paraná. Ensinou seus filhos a buscarem oportunidades. Nelas, um conselho: nunca deixem de trilhar o caminho da gratidão. Seu filho Vanoil não se desprendeu emocionalmente do “seo” Guma. Em seu recanto de aconchego há um canto reservado a memória do saudoso pai. O Boteco do Guma. Fotos, objetos do passado e a boa cachaça ali evocam os felizes tempos em terras paranaenses. Mais que isso, o sentimento que reflete a gratidão de retribuir a quem necessita uma fração do bem que usufruem. O amigo Vanoil não só herdou o sangue do pai, mas o desejo de ver realizado seu sonho. Assim, em todos estes anos, intima seus amigos empresários, no mês de setembro, a colaborarem na arrecadação de fundos às instituições beneficentes. Mas nisto não quero me prender. Quero falar de sua biografia de sucesso empresarial. Citado em revista e jornais especializados em economia. Permanece fiel em suas crenças. A canção de Nelson Cavaquinho de titulo “quando eu me chamar saudade” diz em seus melodiosos versos: por isso que eu penso assim/ se alguém fizer por mim/que faça agora/. Sim quero te homenagear caro amigo. Não com a retórica dos grandes, porque não a tenho, mas com palavras simples, escritas de coração. Desejo que a mensagem repercute às pessoas que lhe são gratas. Quero homenagear o empresário, que a par do pessimismo dos agentes econômicos e políticos, acredita que há razões para acreditar no Brasil. Sua paixão é sempre expandir, expandir e expandir para aumentar a produção e gerar empregos. Sua rede loja de calçados nascida na cidade se expandiu por todo o interior e ganhou as vendas “on line”. Enfrenta com determinação as dificuldades já tão conhecidas, mantendo a maioria dos empregos que criou. Expande o negocio para a área de alimentação. Sabe que o caminho não estará coberto de rosas. Acredita no que faz. A disposição para acreditar é um dos traços mais nobres do espírito humano. Neste mês de abril, caro amigo, comemora mais um aniversário. Queira receber minhas sinceras felicitações antecipadas, bem antes de sua paixão, a sua querida filha Valentina. Creia que tenho o privilégio de sua convivência. Saúde, vida longa prosperidade!! Salve salve Vanoil da Rocha Pereira. Parabéns!

GUARACI ALVARENGA é advogado. E- mail: guaraci.alvarenga@yahoo.com.br

GUARACI ALVARENGA


Link original: https://www.jj.com.br/opiniao/guaraci-alvarenga-o-filho-do-seu-guma/
Desenvolvido por CIJUN