Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Guaraci Alvarenga: Tributo aos nossos policiais

GUARACI ALVARENGA - redacao@jj.com.br | 01/06/2018 | 03:00

Jundiaí assistiu perplexa o protesto dos caminhoneiros com sua paralização. Na medida em que o movimento ganhava proporções inusitadas em nosso País, o prefeito Luiz Fernando Machado viabilizou sua indignação nas redes sociais, anunciando um forte esquema para a garantia da ordem pública. Um grupo foi formado.

COLUNISTASGUARACI ALVARENGA

Desta forma a tenente-coronel feminino Carla, o tenente-coronel Yassui e o major Pompilio, todos integrantes da Polícia Militar do estado de São Paulo, o inspetor Moreno, da valorosa Guarda Municipal, o Jacó, gestor de Segurança Municipal, o coronel Fachini e o dr. Luís Carlos Branco Júnior, delegado Seccional, arregaçaram as mangas em favor de um planejamento e na solução rápida na execução das operações que amenizassem a insegurança havida em face do absoluto divórcio do governo federal com os grevistas.

Enquanto várias cidades enfrentaram protestos e atos de vandalismo, com pneus e ônibus queimados em avenidas e rodovias, que preocuparam seus moradores, a Polícia Militar montou um esquema que garantiu que todo o processo de escolta acontecesse, preservando as atividades essenciais, combustível para as viaturas, medicamentos para hospitais, alimentação para creche, a preservação da vida, assim como insumos, que também são essenciais para o fornecimento de energia elétrica e a questão do abastecimento de água.

Todos nós sabemos que quando há um encontro de muitas pessoas, às vezes a personalidade individual dá lugar à personalidade de grupo. Na grande e morosa fila de espera para o abastecimento de combustível, qualquer deslize no atendimento surge como motivo de distúrbios civis. Neste particular, tenho que aplaudir a postura dos policiais militares.

Fui testemunha no Auto Posto Caminho da Serra da atuação e profissionalismo do capitão Ruiz e do cabo Paulo Henrique, que chegaram no posto num momento delicado, atípico e inusitado e, com educação, respeito e firmeza, mantiveram a ordem, resguardando a integridade física de todos os envolvidos, protegendo inclusive o patrimônio do posto e dos estabelecimentos ali existentes, como a farmácia e a loja de conveniência. Não houve ruptura nos serviços.

Em nenhum momento faltou a atividade de polícia ostensiva. Ninguém se postou contra nenhum movimento, apenas adotaram-se medidas necessárias para garantir a ordem pública, numa louvável adequação administrativa.
Quero, sim, dedicar a coluna de hoje a estas valorosas instituições de Jundiaí, que indicaram um caminho a ser seguido. Que a chama do entusiasmo profissional e do amor pela difícil, mas gratificante, profissão que abraçaram possa ser mantida permanentemente viva em seus corações.

GUARACI ALVARENGA é advogado. E-mail: guaraci.alvarenga@yahoo.com.br


Link original: https://www.jj.com.br/opiniao/guaraci-alvarenga-tributo-aos-nossos-policiais/
Desenvolvido por CIJUN