Opinião

João Octaviano Machado: Mudança para salvar vidas


T_JOAO_OCTAVIANO
Crédito: Reprodução/Internet
O mês de maio é marcado internacionalmente pela reflexão, conscientização e concepção de políticas públicas para a redução de acidentes e a preservação da vida no trânsito. O Maio Amarelo, em diversas partes do mundo, incentiva a convivência entre os modais e convida a sociedade a refletir sobre a importância de ações e mudanças de comportamento para um trânsito mais seguro. No Estado de São Paulo, realizaremos mais de 200 atividades para melhorar as boas condutas no trânsito visando à segurança viária. São ações em conjunto com o Departamento de Estradas de Rodagem (DER), a Agência de Transporte de São Paulo (Artesp) e as 21 concessionárias que integram o Programa de Concessões Rodoviárias do Estado. Durante este mês, distribuiremos materiais educativos com foco nos diversos atores do trânsito, como motoristas, pedestres, motociclistas, caminhoneiros, passageiros de ônibus e ciclistas. O DER e as concessionárias irão intensificar também a comunicação de mensagens relativas ao tema nos painéis eletrônicos das rodovias, em sites e nos seus canais de mídias sociais, alertando o maior número de pessoas possível para a importância do Maio Amarelo. Os dados históricos mostram que a informação educativa, aliada a ações de melhorias de engenharia, faz a diferença quando o assunto é reduzir acidentes no trânsito. Por isso, vamos apresentar ao Estado de São Paulo os conceitos do programa Visão Zero, que parte da premissa de que nenhuma morte é aceitável no trânsito. Criada na Suécia em 1999, a ação propõe mudar o paradigma da segurança viária, aceitando que humanos cometem erros, são frágeis e que o sistema de trânsito deve ser construído justamente para protegê-los. Todas as ações da Secretaria de Logística e Transportes, em parceria com a Polícia Rodoviária Estadual, concessionárias, DER e Artesp, irão se aglutinar ao longo dos anos no conceito de Visão Zero. O debate neste mês de maio tem o objetivo de apontar que o envolvimento de toda a sociedade na proteção dos mais vulneráveis é fundamental. Queremos que todos participem desse processo. Vamos ampliar programas para a proteção à vida. A administração pública precisa e deve dar o primeiro passo, mas a construção de um projeto de segurança viária só terá sucesso com todo mundo engrenado para o mesmo objetivo. Queremos que todos se conscientizem que a mudança de comportamento salva vidas. Participem do Maio Amarelo! JOÃO OCTAVIANO MACHADO NETO é Secretário estadual de Logística e Transportes de São Paulo e Engenheiro civil formado pela Escola de Engenharia Mauá, com mais de 35 anos de experiência na área pública. T_JOAO_OCTAVIANO

Notícias relevantes: