Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

José Renato Nalini: O algoritmo está na moda

JOSÉ RENATO NALINI - redacao@jj.com.br | 10/06/2018 | 04:00

Quem pensou que “1984”, de Georges Orwell, era pura ficção científica errou. A tecnologia aperfeiçoou a imaginação e ainda veremos coisas que, mesmo vistas, ainda suscitarão descrença. Quem viver verá. Por exemplo: a Amazon, uma das gigantes da era digital, ao lado do Google, Microsoft e poucas outras, vai fornecer a seus usuários um novo assistente pessoal doméstico. Seu nome: Echo Look. Ele vai funcionar não somente com voz humana, o que já existe com a Alexa, mas com uma câmera de alta definição. Esta enxergará o interior de sua casa.
HOMENAGEM DOUTOR JOSE RENATO NALINI NO FORUM

Qual o objetivo? O novo assistente visual fotografará vários ângulos de sua residência e de você. E opinará sobre sua aparência. Sugerirá outras combinações de roupas para incrementar seu visual. Poderá comparar seus trajes com os da moda. Encontrará, em fotos antigas suas, complementos que poderão melhorar sua imagem.

LEIA MAIS COLUNAS DE OPINIÃO

É claro que também proporá a aquisição de alguma coisa que seja “up to date”, imposta pela última moda. O resultado é que você estará inteiramente de acordo com as mais atuais propostas e não fará feio em qualquer ambiente. Você poderá dispensar o “personal stylist”, às vezes uma pessoa com a qual você não se identifique. O contato com o Echo Look é impessoal, profissional e de elevado padrão fashion.

Quem é que deve estar preocupado com a novidade? Toda a cadeia econômica desenvolvida para apurar o bom gosto das pessoas, ou para corrigir o incrível mau gosto que se encontra em todos os níveis. Revistas de moda, blogueiros, influenciadores, personalidades do Instagram, “cool hunters”, semanas de moda, estilistas, consultores de estilo, palpiteiros de plantão, aqueles vendedores que querem “empurrar” o que não reduz o estoque ou desovar lançamentos de coleções encalhadas.

Tudo isso parecerá brincadeira de criança quando se avalia o arsenal de dados colecionados pela Inteligência Artificial para fazer com que sua figura não faça feio. Você terá à sua disposição uma consultora de moda e uma vendedora muito qualificada.
Se você gostou da montagem que ela viabilizou a você, mostrando o seu próprio corpo adornado por uma peça de que ainda não dispõe, ela pode ser imediatamente adquirida. No dia seguinte estará no seu corpinho. Tornando-a (o) mais feliz. Ao menos até a próxima consulta.

JOSÉ RENATO NALINI é desembargador, reitor da Uniregistral, escritor, palestrante e conferencista


Link original: https://www.jj.com.br/opiniao/jose-renato-nalini-o-algoritmo-esta-na-moda/
Desenvolvido por CIJUN