Opinião

Jundiaiense reclama de atraso em pedido do 156; veja o Espaço do Cidadão desta sexta-feira (6)


CIDADÃOS ESQUECIDOS: Até quando o cidadão de Jundiaí precisa esperar para ter cumprida a solicitação de um serviço? Acreditem se quiser: pedi ao serviço 156 da prefeitura a poda da árvore em frente à minha casa em 18 de junho de 2017. Ou seja, daqui a pouco a solicitação (protocolo 17.921) fará um ano. Sem conseguir ser atendido, repeti a solicitação pelo menos seis vezes. Sem sucesso, entrei em contato com a ouvidoria da Prefeitura de Jundiaí duas vezes em março de 2018 – nos dias 22 e 23. O atendente apenas ouviu e prometeu “prioridade” e nada do serviço ser realizado. Os galhos da árvore já atrapalham há muito tempo a fiação elétrica, além de deixar a rua muito escura. Quando será que conseguirei a execução do serviço? Será que se eu demorasse todo esse tempo para pagar um imposto municipal, a prefeitura teria comigo a paciência que tenho tido com ela? POR: José Antonio Corte Resposta da Prefeitura de Jundiaí: A Unidade de Gestão de Infraestrutura e Serviços Públicos (UGISP) esclarece que o caso relatado pelo leitor envolve galhos de árvore em fiação elétrica. Portanto, o munícipe deve entrar em contato com a CPFL, pois as equipes de poda da prefeitura somente atuam na poda de galhos que não estão em contato com rede elétrica. A CPFL possui especialistas nesse serviço específico. A UGISP acrescenta que há a previsão de aumento no número de equipes de poda, de modo a atender em um menor intervalo de tempo às demandas diversas dos munícipes. SERVIÇO 156: Há algum tempo tenho a impressão de que o Córrego do Mato, na av. 9 de Julho, está secando. Na altura do Jundiaí Shopping praticamente não se vê água – só mato. Pensando em pedir informações sobre a preservação desse curso d’ água, entrei em contato com a DAE, que me orientou a procurar o 156 da prefeitura. Registrei um pedido com o número 30.706/WEB solicitando uma possível fiscalização com a nascente do córrego e, quando fui acompanhar o andamento no site da prefeitura, surpresa: a demanda estava registrada como “solicitação de capinagem”. Nada a ver com o que pedi... POR: Renata Martinho Resposta da Prefeitura de Jundiaí: A DAE Jundiaí informa que a equipe da Gerência de Mananciais realiza uma ação preventiva de fiscalização em todos os cursos d’água da cidade, incluindo o Córrego do Mato, ainda que o mesmo não seja utilizado para abastecimento. A DAE informa ainda que solicitará a um fiscal para ir ao córrego. Os munícipes podem avisar sobre ocorrências pelo Fale Conosco - 0800-133-155.

Notícias relevantes: