Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Kelsang Chime: Apego

KELSANG CHIME | 05/01/2019 | 07:30

Por causa do apego sofremos.
Quando pensamos coisas como “eu quero ser feliz” ou “minha felicidade é importante’ não percebemos, mas são enganos.
Nos apegamos tanto à ideia de que somos mais importantes do que os outros que é difícil até entender de que maneira isso nos engana.
No entanto, todas as ações que são motivadas pelo simples desejo de nos satisfazer acaba prejudicando os outros de algum modo, pois negligenciamos a felicidade e a importância de todos as outras pessoas. Desafortunadamente isso logo traz sofrimento.
E a única maneira de parar de fazer ações que nos fazem sofrer é quando apreciamos os outros.
Para apreciarmos os outros precisamos parar de olhar somente para seus defeitos, que na realidade são os nossos, e assim começar a ver somente as boas qualidades. Sempre podemos começar a procurar qualidades nos outros. Mesmo que pareça muito difícil, há sempre algo de outra pessoa que lhe agrada. Pense nisso e que essa pessoa pode ser cada vez melhor. Nesse momento paramos de nos preocupar somente com o nosso bem estar individual.
Logo estaremos interessados em livrar todos do sofrimento e, consequentemente, desejarmos a felicidade a todos, sem exceção.
“Que maravilhoso seria se pensarmos todos os dias:
QUE CADA UM SEJA FELIZ
QUE CADA UM LIBERTE-SE DA DOR
QUE NINGUÉM JAMAIS SEJA SEPARADO DE SUA FELICIDADE
LIVRES DO ÓDIO E DO APEGO”.

Feliz Ano Novo.

KELSANG CHIME é monja budista. E-mail: kelsang.chime.br@gmail.com

MONJA KELSANG CHIMEARTICULISTACOLUNISTA


Link original: https://www.jj.com.br/opiniao/kelsang-chime-apego/
Desenvolvido por CIJUN