Opinião

Kelsang Chime: Insatisfação

O Samsara é um tipo de pensamento que, baseado na ignorância, percebe tudo como inerentemente existente. A maioria dos nossos problemas surge antes de buscarmos satisfação no Samsara. Não existe autêntica satisfação no Samsara, pois tudo que aparece como inerentemente existente é falso. Por exemplo: se buscarmos satisfação na bebida, podemos ficar bebendo para sempre sem encontrarmos a satisfação desejada. Do mesmo modo fumando ou usando drogas. Nunca encontraremos satisfação nisso. Por procurarmos satisfação nesses prazeres falsos, criamos inúmeros maus hábitos compulsivos e causamos muitos problemas para nós, para nossa saúde e para os outros. Podemos arruinar nossa saúde, enganar ou ferir outras pessoas, transgredir a lei e até acabar na prisão, tudo por uma satisfação que nunca é encontrada. Nossos relacionamentos serão infelizes e nunca saberemos como nos contentar. Somos tão apegados à satisfação dos nossos desejos que nem percebemos o engano de procurar felicidade onde ela não está. Se examinarmos porque as nações entram em guerra, veremos que a razão básica é muito simples: os seres humanos não conseguem se contentar com seus recursos e estão sempre querendo se apropriar de mais e mais. E milhões de pessoas estão perdendo a vida em consequência de descontentamento coletivo. Somos como mariposas que, não satisfeitas com a luz, se jogam no fogo. Todas as situações letais em que nos envolvemos são criadas pela nossa insatisfação. Manter-se satisfeito é adaptar-se a situações difíceis, tirando o melhor proveito do aprendizado que isso trás. NAGARJUNA diz: Mantenha-se sempre satisfeito. Se praticares contentamento, ainda que não tenha riquezas, serás rico. Descontentamento é um hábito que traz sofrimento. Não se trata de conformismo, mas de conseguir entender que quem se adapta mais rápido tem mais chances de ser feliz por mais tempo. KELSANG CHIME é monja budista.

Notícias relevantes: