Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Liciana Rossi: Alimentos vivos

DA REDAÇÃO | 26/01/2019 | 07:30

Dia desses estava lendo sobre o aumento do uso de enzimas digestivas e me lembrei de uma entrevista que vi na TV sobre o Crudivorismo e comecei minha reflexão sobre o fato de estarmos comendo cada vez menos alimentos crus, e talvez por isso buscarmos nos suplementos estas enzimas. A teoria do Crudivorismo ou dieta Rawfood é baseada na importância das enzimas para a saúde humana através de alimentos vivos. Os alimentos vivos são aqueles em que suas enzimas permanecem intactas no alimento na hora em que formos consumi-lo, ou seja, não sofrem nenhuma modificação através do cozimento. Esta teoria diz que a cocção destrói as enzimas. Frutas, legumes, verduras, temperos, alimentos fermentados (como kefir, chucrute, kinchi e tofu), as oleaginosas não torradas (nozes, castanhas, etc), cereais e leguminosas germinadas, óleos prensados a frio (como azeite de oliva e óleo de coco) e as algas marinhas são permitidas nessa dieta, ou estilo de vida. O pesquisador dr. Edward Howell estudou a importância das enzimas na alimentação e disse que a falta delas nos alimentos cozidos é uma das maiores razões de envelhecimento e morte precoce, além de ser a causa subjacente da maior parte das doenças, pois os alimentos crus desintoxicam o corpo, são ricos em nutrientes e devem ser orgânicos, de preferência. A digestão e o sistema imunológico serão beneficiados. Mas fiquei impressionada mesmo é com a ajuda na dentição. Os alimentos crus são muito benéficos para o fortalecimento dos músculos e articulações da face, diminuição de cáries e devem ser colocados principalmente na fase infantil, para que as crianças tenham todos estes benéficos desde cedo. O Crudivorismo se tornou um estilo de vida, muito comum entre vegetarianos e veganos. Mas eu acredito que tudo que é muito radical não é saudável. Minha sugestão é incluir mais alimentos crus na nossa dieta, se possível ter a ajuda de um nutricionista, para equilibrar as nossas reais necessidades. Alguns nutrientes são absorvidos melhor pelo nosso corpo quando cozidos, como o licopeno, presente no tomate, por exemplo. É por isso que a ajuda de um profissional é de fundamental importância se buscamos saúde. Mas o alerta de hoje é simples: você está consumindo alimentos crus em suas refeições? Caso não esteja e queira aproveitar para incluir enzimas na sua dieta, esta é a hora de consumi-los. Procure organizar melhor sua alimentação para aumentar sua energia e sentir-se bem.

LICIANA ROSSI é educadora física formada pela ESEF Jundiaí; pós-graduada em treinamento físico pela Unicamp e ginástica corretiva pela FMU-SP; exercícios corretivos pela Academia Nacional de Medicina Esportiva – NASM/USA; CHEK Practitioner nível 2 Califórnia/USA; Holistic Life Style Coach/CHEK Institute/USA

Liciana Rossi

Liciana Rossi


Link original: https://www.jj.com.br/opiniao/liciana-rossi-alimentos-vivos/
Desenvolvido por CIJUN