Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Liciana Rossi – Constipação intestinal

LICIANA ROSSI | 06/07/2019 | 07:30

Vocês sabiam que cerca de 30% da população brasileira sofre de maneira crônica com constipação intestinal (o mesmo que prisão de ventre ou intestino preso)? Você sabe o que é isso? Conforme o alimento passa pelo sistema digestivo, seus nutrientes e água vão sendo absorvidos pelo organismo, sendo que tudo o que não é aproveitado forma o bolo fecal (fezes), que é empurrado através das contrações da musculatura da parede do intestino (movimentos peristálticos). Quando estes movimentos ficam mais lentos ou fracos, há um acúmulo desse material não digerido, que pode levar a uma reabsorção de água, resultando em um endurecimento das fezes, que ficam mais compactas e precisam de esforço para serem eliminadas pela porção final do intestino grosso.

Dentre as principais causas da constipação intestinal estão: quantidade insuficiente de água ingerida, dieta pobre em fibras, excesso de proteínas e alimentos processados, excesso de açúcar, mastigação insuficiente, estresse, depressão, ansiedade, falta de exercícios físicos, não obedecer à vontade de evacuar e uso de certos medicamentos, como remédios para emagrecer e contra depressão. Viagens, mudanças da rotina e da dieta também podem interferir.

Uma dica importante para ajudar no problema é a posição correta no vaso sanitário. Parece engraçado, mas é fato. Ter um apoio nos pés que permita que os joelhos fiquem acima da linha do quadril é uma dica que facilita a eliminação das fezes, pois faz com que o músculo puborretal (que acaba “prendendo” o intestino quando os joelhos estão na mesma linha do quadril) relaxe, facilitando a passagem das fezes pelo intestino. Pode ser um banquinho, a lixeira ou uma caixa de sapatos. Hoje em dia já há produtos especializados nisso. Eu tenho em casa e ajuda muito, principalmente para as crianças.

A prisão de ventre pode causar inchaço, dores abdominais e até hemorroidas. Portanto, beba ao menos 2 litros de água por dia, consuma alimentos integrais e ricos em fibras (como frutas, legumes e verduras), mastigue bem os alimentos, faça uso de probióticos, pratique exercícios, massagens, meditações e relaxamentos são bem-vindos, uma vez que o estresse piora o problema. Sucos laxativos são interessantes, assim como beber água morna pela manhã em jejum (segundo a Medicina Tradicional Chinesa e Ayurvédica). Alguns chás naturais como camomila e alfazema também ajudam.

Ter bons hábitos à mesa, hidratar e mudar o estilo de vida, buscando mais saúde e bem-estar o ajudarão a solucionar este problema. Muita saúde a todos.

LICIANA ROSSI é educadora física formada pela ESEF Jundiaí; pós-graduada em treinamento físico pela Unicamp e ginástica corretiva pela FMU-SP; exercícios corretivos pela Academia Nacional de Medicina Esportiva – NASM/USA; CHEK Practitioner nível 2 Califórnia/USA; Holistic Life Style Coach/CHEK Institute/USA.

Liciana Rossi


Leia mais sobre
LICIANA ROSSI
Link original: https://www.jj.com.br/opiniao/liciana-rossi-constipacao-intestinal/
Desenvolvido por CIJUN