Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Liciana Rossi: Dipamina

LICIANA ROSSI | 05/01/2019 | 07:30

O ano novo chegou. É hora de começar a colocar todos os planos, metas e sonhos em ação. Hoje falarei de uma substância, muito importante por sinal, chamada de “molécula da motivação”, a famosa Dopamina. Ela realmente fará a diferença neste momento para todos aqueles que estão arquitetando seus planos e colocando-os em ação.
A Dopamina é um neurotransmissor, que realiza a comunicação entre os neurônios (células nervosas) transmitindo ou alterando a informação. Para ficar mais claro, os neurônios do Sistema Nervoso conduzem impulsos nervosos para todo o corpo. Para conseguir isso entram em ação os neurotransmissores, enviando as informações a todo o organismo. A dopamina, portanto, é um neurotransmissor e atua no controle do movimento, memória, prazer, bom estar, recompensas agradáveis, comportamento, cognição, atenção, sono, humor e aprendizagem. Bem importante não? Além do mais, sua falta pode resultar no Mal de Parkinson, aonde a diminuição da produção de dopamina altera os movimentos do corpo, tornando-os descoordenados. Além de outros problemas de saúde.
A Dopamina melhora a memória a longo prazo, segundo estudo publicado na revista “Journal of Neuroscience”. Outro estudo publicado na revista “Science” colocou que obesos tem menos receptores de Dopamina em seus cérebros e, portanto, tendem a comer mais para sentirem satisfação. Uma maneira saudável de aumentar a dopamina em nosso organismo é, uma vez sabendo que ela é composta pela tirosina, consumir alimentos com este aminoácido, como: alimentos de origem animal, banana, amêndoas, abacate, cacau, mel, beterraba, café (sem exagero), vegetais com folhas verde escura, feijão, farinha de aveia, algas marinhas, gergelim, melancia, kefir, dentre outros. Todos os alimentos ricos em tirosina podem ajudar na produção de Dopamina. Assim como exercícios físicos (que promovem o crescimento de novos receptores nos neurônios), meditação (contribui para motivação, foco, melhora humor e relaxa a mente), dietas detoxificantes, a música (ouvir ou tocar um instrumento), organização, criatividade e foco.
Este é o momento que poderá definir nosso futuro. As nossas escolhas são muito importantes. Se podemos ajudar nosso corpo na produção de um neurotransmissor que está relacionado com a tomada de decisões e memória, organização das ideias e cumprimento de metas, nos motivando para os desafios da vida, meus caros, eu peço, ajudem seus corpos a terem dopamina suficiente para triunfarmos todos juntos neste ano abençoado que se inicia. Muita saúde a todos e um feliz 2019.

LICIANA ROSSI é educadora física formada pela ESEF Jundiaí; pós-graduada em treinamento físico pela Unicamp e ginástica corretiva pela FMU-SP; exercícios corretivos pela Academia Nacional de Medicina Esportiva – NASM/USA; CHEK Practitioner nível 2 Califórnia/USA; Holistic Life Style Coach/CHEK Institute/USA

COLUNISTA LICIANA ROSSI


Link original: https://www.jj.com.br/opiniao/liciana-rossi-dipamina/
Desenvolvido por CIJUN