Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Liciana Rossi: Lutando contra as gordurinhas em excesso

LICIANA ROSSI | 18/08/2018 | 05:25

No artigo da semana passada, contei a vocês que os desequilíbrios posturais e o padrão respiratório alterado podem contribuir para dificultar a perda de peso corporal, tornando a gordura algo familiar por culpa de um estado de estresse crônico no seu corpo.

Então, para que possam virar esse jogo não adianta apenas fechar a boca e fazer dietas mirabolantes. Acredito que a maioria já tentou e se viu como um ioiô, hora perdendo, hora ganhando peso, altos e baixos na saúde, a energia do seu corpo numa montanha russa… Isso acaba desaminando as pessoas. Se o processo não vier acompanhado de uma mudança mental e emocional não dará certo mais uma vez.COLUNISTA LICIANA ROSSI

Para perder gordura e permanecer bem e saudável é preciso que haja uma viagem interna, um encontro consigo mesmo, aonde é necessário perceber e aceitar as necessidades físicas, reconhecer os desafios mentais e autossabotagens e os desejos e vícios alimentares, além de influências dominantes que podem vir de todos os lados. Encarar tudo isso de frente, se olhar fixo no espelho e falar para você mesmo: “Eu quero mudar! Eu quero saúde, eu preciso de bem-estar físico e mental, principalmente emocional”. Uma vez decidido isso, aceito e destinado, você rumará para a vitória: a saúde integral.

Para começar a virar o jogo, é preciso lutar contra uma coisa que pode colocar tudo a perder: o estresse. Este, como falei, pode ser físico, mental ou emocional. Um trauma na infância pode ser um tremendo estresse no seu corpo e fazer com que você não consiga perder peso.

Uma alimentação sem consciência, com muitos itens processados e pouca água, pode ser o fator determinante para o estado de estresse em seu corpo. Desequilíbrios do sono, sedentarismo, tudo isso pode estressar seu corpo e fazer com que ele “acumule” gordura como forma de autodefesa, de sobrevivência. Portanto, para começar o processo de mudança, observe o que não está bom, uma observação sincera e verdadeira. Comece por aí. Se precisar, procure ajuda de profissionais que possam orientar e cuidar de você.

Acabar com o estresse, acalmar e alinhar corpo e mente, acertar a alimentação conscientemente, sem trauma, mas com força e presença, sabendo que as mudanças estão vindo para o seu bem, e vindo para ficar. Que não seja apenas uma dieta, mas uma mudança de hábitos, gradativa e efetiva.

Que ela venha acompanhada do fim do sedentarismo, que o movimento físico seja aquele botão que ligará o seu corpo com o bom funcionamento do seu metabolismo, antes lento, além de todo seu organismo. Que esta energia positiva reverbere em seu corpo saúde, otimismo, vitalidade e bem-estar. Sua respiração será melhor, sua mente mais clara, seu corpo mais ereto e você nunca mais irá abandonar este estilo de vida. Muita saúde a todos.

LICIANA ROSSI é educadora física formada pela ESEF Jundiaí; pós-graduada em treinamento físico pela Unicamp e ginástica corretiva pela FMU-SP; exercícios corretivos pela Academia Nacional de Medicina Esportiva – NASM/USA; CHEK Practitioner nível 2 Califórnia/USA; Holistic Life Style Coach/CHEK Institute/USA


Leia mais sobre | |
Link original: https://www.jj.com.br/opiniao/liciana-rossi-lutando-contra-as-gordurinhas-em-excesso/
Desenvolvido por CIJUN