Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Liciana Rossi: Para você que tem dores…

LICIANA ROSSI | 08/06/2019 | 07:30

Pessoas e mais pessoas me perguntam qual o primeiro passo para se livrarem das dores, principalmente as de coluna ou dores de cabeça, pois estão desesperadas e limitadas.

Mas seja em qualquer caso de dor, o primeiro passo é refletir sobre seus hábitos. Como você está se alimentando? Você tem bebido água adequadamente (ou melhor, de dois a três litros por dia)? E o sono? Tem feito exercícios? Você está passando por um momento de estresse ou acabou de passar? Refletir e, se for o caso, procurar o médico. Mas na maioria das vezes, para chegarem até mim, essas pessoas já passaram por tudo, médicos, tratamentos fisioterápicos e é somente com a mudança do estilo de vida (lifestyle, como está na moda dizer), que conseguimos administrar, reconhecer, acolher (sim, acolher sua dor, seu corpo, ou seja, você), perdoar (sim, se perdoar) e uma vez entendida, estar pronto para sarar de vez.

Isso porque a maioria das dores tem origem em nosso estado emocional e geralmente vem para nos fazer “crescer” e “mudar”.
Parece até cruel, principalmente se você está passando por algum tipo de dor. E lhes digo isso como alguém que está, pois eu machuquei minha coluna logo após passar por um estresse com meu filho. Estava sozinha numa viagem, ainda estou me recuperando e viajando novamente, tendo que carregar malas, e render no curso que vim fazer. Foi pensando em tudo o que eu devia fazer para lidar com ela, que saiu este artigo.

Então vamos lá, como nosso corpo é um sistema único, parte física e emocional não estão separadas, tudo o que afeta o corpo mexe com nossas emoções, e vice-versa. A dor funciona como uma mensagem para falar que algo não vai bem, sem ela poderíamos prejudicar nosso organismo por um simples “descuido”. A dor vem como um sinal luminoso para prestarmos a atenção em nós mesmos. E o estado emocional influencia a saúde, pois sob estresse nossos músculos ficam tensos, o cortisol (hormônio do estresse) altera o ritmo cardíaco e todo o organismo. Como a coluna é a sustentação do corpo, acaba recebendo “mais” carga do que suporta em situações de estresse e desequilíbrio emocional. O quadril é outra região muito afetada em situações de estresse, tanto que o músculo Psoas que é a ponte entre nosso tronco às pernas (fixado diretamente nas 5 vértebras lombares), é tao emocional que é chamado de “músculo da alma”, na medicina oriental e holística.

Se você sente tensão na região cervical e ombros, reflita sobre a sobrecarga das tarefas do dia a dia, tensão emocional, timidez medo e insegurança. Dores na coluna: medo, desamparo, insegurança, sobrecarga de tarefas, tensões. Dores articulares: sentimentos de impotência, tensão emocional, medo, tristeza, rigidez dos pensamentos, inflexibilidade. Dores musculares: tensão, energia acumulada, tristeza, medo, raiva, conflitos existenciais. Dores de estômago: tensão, irritabilidade, conflitos insolúveis, magoa, raiva, nervoso (exemplos foram extraídos do www.minhavida.com.br).

Isso foi somente um exemplo de como começar a reflexão sobre a origem das dores. E lembre-se, uma vez reconhecida, erga as mangas e siga no cominho da cura. Somos muito poderosos. Mudanças deverão ser encaradas com muito amor e gratidão, não encare a mudança do seu estilo de vida como algo negativo, mas o veja como o caminho para a saúde. As vezes só nos falta a mudança do olhar, o famoso olhar com outros olhos” para a situação. Extraindo alegria de qualquer situação. Você não sabe porque esta passando por isso, então passe bem, aprenda e mude logo, e livre-se das dores. Muita saúde a todos.

LICIANA ROSSI é educadora física formada pela ESEF Jundiaí; pós-graduada em treinamento físico pela Unicamp e ginástica corretiva pela FMU-SP; exercícios corretivos pela Academia Nacional de Medicina Esportiva – NASM/USA; CHEK Practitioner nível 2 Califórnia/USA; Holistic Life Style Coach/CHEK Institute/USA


Leia mais sobre |
Link original: https://www.jj.com.br/opiniao/liciana-rossi-para-voce-que-tem-dores/

Notícias relacionadas


Desenvolvido por CIJUN