Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

LICIANA ROSSI: TESTOSTERONA

LICIANA ROSSI | 09/02/2019 | 07:30

Hoje eu coloco minha visão holística do assunto, segundo ensinamentos do Chek Institute. Pesquisas mostram que após os 25 anos, a cada 10 anos há uma redução de 13% na produção de testosterona nos homens. Mas há uma maneira natural de diminuir esses efeitos? Esta é a boa notícia que venho dar: tem sim! Mas requer disciplina, uma prática diária. Vamos lá: O SONO: ter um tempo adequado de sono e de boa qualidade faz com que seu corpo fique num estado anabólico. Sem sono adequado, você acaba elevando seus hormônios do estresse e o que acontece é que eles inibem os hormônios anabólicos (no caso a testosterona). Um homem num processo de divórcio ou ao perder seu emprego acaba ganhando muito peso e suando mais que o normal como parte das reações do estresse no seu corpo, que retém mais água e calorias como se estivesse numa “batalha pela sobrevivência”, no caso o efeito de “luta ou fuga”. Portanto, se você quer aumentar a testosterona, durma bem e tenha seu estresse sob controle. EXERCÍCIO FÍSICO: Se você quiser melhorar a testosterona, treine forte. Pesquisas mostraram que os primeiros músculos a atrofiarem com a idade são os abdominais e o glúteo máximo. Geralmente homens em torno dos 55 anos tem um abdômen protuso e fraco, assim como nada de glúteos. Isso indica que ele passa por uma queda deste hormônio e ficará melhor tão logo treine e coloque tudo em seu devido lugar. DIETA: uma quantidade “adequada” de proteína animal, vegetais e folhas frescas, dependendo muito das necessidades individuais. Quanto mais natural sua alimentação melhor. Se dúvidas, uma nutricionista poderá ajudar muito. HIDRATAÇÃO: a maioria dos adultos após os 50 anos bebe menos água. Infelizmente, pois a água é essencial para a sobrevivência. Se a hidratação não estiver adequada o corpo reagirá rapidamente elevando os hormônios do estresse, resposta catabólica, que inibirá os hormônios anabólicos, no caso a testosterona. RESPIRAÇÃO: respire bem se você quer aumentar sua testosterona! Usando seu diafragma e ventilando apropriadamente, você não deixará CO2 no seu corpo o tempo suficiente para que ele estimule o Sistema Nervoso Parassimpático e eleve os níveis de cortisol (hormônio do estresse). A respiração é absolutamente importante na regulação de todas a funções fisiológicas e das reações ao estresse, ela pode influenciar todo o sistema catabólico do corpo. Portanto, um hormônio anabólico requer tempo para ser reparado. Tê-lo endogenamente, ou seja, naturalmente, é um processo aonde você estressa o corpo com exercício forte, bons hábitos e o hormônio aumenta. Agora se na sua vida há apenas estresse, você terá apenas hormônios do estresse aumentando, que piorarão todo mecanismo respiratório, o sono, a saúde mental e emocional, o comportamento, você se sentirá cada vez mais cansado e tendo desculpas para não treinar, comer bem e se cuidar. Isso é uma crise energética, e você precisará de muito café, calorias e pílulas milagrosas.

LICIANA ROSSI é educadora física formada pela ESEF Jundiaí; pós-graduada em treinamento físico pela Unicamp e ginástica corretiva pela FMU-SP; exercícios corretivos pela Academia Nacional de Medicina Esportiva – NASM/USA; CHEK Practitioner nível 2 Califórnia/USA; Holistic Life Style Coach/CHEK Institute/USA

Liciana Rossi

Liciana Rossi


Link original: https://www.jj.com.br/opiniao/liciana-rossi-testosterona/
Desenvolvido por CIJUN