Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Mentes puras

KELSANG CHIME | 29/02/2020 | 05:23

Hoje as mentes (pensamentos) dos seres humanos são menos puras do que eram no passado: as aflições mentais e visões errôneas estão mais predominantes. Isso pode ser falta de fé. Como os seres humanos do passado tinham mentes mais puras, era relativamente fácil para eles verem seres puros, como Budas e Santos.

Hoje, é difícil para as pessoas acreditarem até mesmo na existência de seres bons e sagrados . Os pensamentos distrativos antes não eram tão comuns, e por isso era muito mais fácil desenvolver fé concentração.

Com menos distrações, a nossa mente fica mais calma e consequentemente mais lúcida. Os que alcançavam o estado mental do Tranquilo Permanecer e outros níveis avançados de meditação podiam obter vários tipos de clarividência com habilidades de ver formas distantes ,ouvir sons sutis. Muitos tinham poderes miraculosos como voar pelos céus.

Hoje as pessoas não conseguem ir além de um sentimento egoísta: o estado mental do Tranquilo Permanecer ficou muito difícil de ser alcançado. Isso é uma indicação de que estamos vivendo em tempos espiritualmente pobres.

Sem fé e desconfiados temos medo de amar até os mais próximos. Apesar dos avanços da medicina moderna, novas doenças estão aparecendo e as antigas estão voltando. No passados tínhamos uma perspectiva mais espiritual e hoje a visão dos seres humanos é mais densa e materialista.

É muito difícil encontrar pessoas calmas, corretas e confiáveis. Até familiares e amigos perderam o status de que podemos confiar. Como se já não bastasse a falta de controle que temos de coisas exteriores, estamos perdendo o controle de nossos próprios pensamentos: nos tornamos inquietos, desconfiados e atônitos com tudo o que acontece.

Mas os praticantes do treino da mente são como pavões: segundo se diz, alimentam-se de plantas venenosas para poupar os outros pássaros, Esses praticantes transformam condições adversas em treino para uma mente mais forte e concentrada, e com ela estão longe do apego e da raiva .

Visto que nesses tempos degenerados 29estamos constantemente cercados por objetos de apego, aversão e outras dificuldades, precisamos urgentemente aprender como transformar todas as nossas experiências em caminho espiritual, por meio do treino de nossa mente.

KELSANG CHIME é monja budista.


Leia mais sobre
Link original: https://www.jj.com.br/opiniao/mentes-puras/
Desenvolvido por CIJUN