Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Messias Mercadante e Roberto Pellizzer: Jundiaí mais tecnológica

MESSIAS MERCADANTE DE CASTRO E JOSÉ ROBERTO PELLIZZER | 14/12/2018 | 07:30

Um estudo da Unidade de Gestão de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia (UGDECT) apurou que o nível de intensidade tecnológica da indústria jundiaiense cresceu de forma considerável entre 2000 e 2016, considerando os empregos formais existentes no Município. A metodologia utilizada é proposta pela Organização para a Cooperação e o Desenvolvimento Econômico (OCDE).
Em Jundiaí, os empregos formais nas divisões de alta intensidade tecnológica passaram de 11,7% do total do emprego industrial, em 2000, para 37,0% em 2016. Esse resultado é muito superior ao observado no Estado de São Paulo, cujos percentuais evoluíram de 25,3% para 25,9%, e ao observado na Região Administrativa de Campinas, onde os números passaram de 24,8% para 30,3%.
Aumentar o nível de intensidade tecnológica no Município é muito importante. Com a incorporação de inovações tecnológicas, as empresas tornam-se mais aptas para a manutenção ou para a ampliação de sua presença nos mercados em que atuam. Melhoram também, de forma geral, a produtividade e a capacidade de agregar valor à produção, o que aumenta a produção de riqueza.
O estudo revelou também que, no período, o total de empregos formais nas Divisões de Alta Intensidade Tecnológica evoluiu em 338% em Jundiaí, sendo de 83% a evolução observada na Região Administrativa de Campinas, e de 28% o aumento no Estado de São Paulo. Esses resultados mostram que a indústria no Município caminha à frente dos demais no aprofundamento da intensidade tecnológica, fator fundamental para a sustentabilidade econômica e para a competitividade do setor e da economia municipal como um todo, bem como para a geração de empregos.
Com o vigor da economia, tema de trabalho da UGDECT, e estimulado por iniciativas relevantes da administração Luiz Fernando Machado, como, por exemplo, o programa Escola Inovadora, são beneficiados, no final das contas, as empresas, as famílias e os cidadãos jundiaienses, que partilham de um ambiente econômico mais próspero e de mais oportunidades. Com a contribuição de todos, e para o benefício geral, o trabalho da Unidade está apresentando os resultados esperados. Jundiaí avança. O estudo completo está disponível no endereço: https://citjun.jundiai.sp.gov.br/estudos-e-publicacoes/.

MESSIAS MERCADANTE DE CASTRO é Gestor da Unidade de Gestão de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia/PMJ.

MESSIAS MERCADANTE


Link original: https://www.jj.com.br/opiniao/messias-mercadante-jundiai-mais-tecnologica/
Desenvolvido por CIJUN