Opinião

Messias Mercadante: Um tempo que vai se esgotando


Na medida em que vamos avançando neste ano, vamos detectando, com dados e ações, com medidas e desempenhos que vão tirando a perspectiva positiva para a nossa economia e dificultando o planejamento empresarial e profissional, para o restante do ano. O IBGE divulgou no dia quatro deste mês, a retração da atividade industrial em março p.p., de 1,3%, na comparação com fevereiro, e, brutalmente menor em 6,1%, quando comparada com março de 2018. No primeiro trimestre, a indústria recuou 0,7% na comparação com 2018. Voltamos ao nível de produção industrial de 2009. O desemprego superou a casa de 13 milhões de trabalhadores, mais 28 milhões de subutilizados, com trabalhos por conta própria. Amanhecemos em 2019, com a previsão de crescimento de 3%, considerando a base enfraquecida dos desempenhos da economia em 2017, com 1% de crescimento e, 2018, com 1,1%. Aos poucos, em um estreito prazo decorrido, as projeções apontam para um crescimento de 1,3%, e, se nenhuma medida econômica mais estruturante for tomada, estaremos projetando dentro de 60 a 90 dias, uma recessão econômica, com desempenho negativo. A recuperação da renda tem o seu pior momento da história, pós período de recessão econômica. A renda per capita, que divide o PIB - Produto Interno Bruto pelo número de habitantes está estagnada ao redor de R$ 32 mil no Brasil, abaixo do pico do primeiro trimestre de 2014, em 9%. Os números estão disponíveis no País e a equipe econômica do Governo, que é reconhecidamente competente, não consegue implementar medidas corretivas para esse rumo perverso que percorremos. Soluções existem, mas há diversidade de opiniões e entendimentos, além da determinante política que, em sua heterogeneidade, nem sempre decide positivamente às medidas favoráveis à economia do País. Ainda temos um tênue tempo que, em velocidade, vais se esgotando. É preciso agir. MESSIAS MERCADANTE DE CASTRO é professor da UNIANCHIETA e autor do livro "O Gerenciamento da Vida Pessoal, Profissional e Empresarial" - Ed. M. Books-SP e Gestor de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia de Jundiaí. Email: [email protected] MESSIAS MERCADANTE

Notícias relevantes: