Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Messias Mercadente: Acordo Mercosul – União Europeia

MESSIAS MERCADANTE DE CASTRO | 03/07/2019 | 07:30

Após a Segunda Grande Guerra Mundial (1939 – 1944), o mundo iniciou um processo de reconstrução institucional, criando importantes organizações, como o FMI – Fundo Monetário Internacional, o BIRD – Banco Internacional de Reconstrução e Desenvolvimento – Banco Mundial, a OTAN – Organização do Tratado do Atlântico Norte e, em seguida, a ONU – Organizações das Nações Unidas, o BID – Banco Interamericano de Desenvolvimento, entre outras.

Em 1948, foi constituído o mais importante bloco econômico do mundo, um Acordo de Livre Comércio, denominado Mercado Comum Europeu, atualmente composto por vinte e sete países.

Em 28 de junho próximo passado foi dado um grande passo na direção de um crescimento sustentável do Brasil, Argentina, Paraguai e Uruguai, com a assinatura do Acordo de Livre Comércio entre a União Européia e o Mercosul.

Os dois Blocos Econômicos somam um mercado consumidor de 800 milhões de pessoas e um PIB – Produto Interno Bruto da ordem de US$ 17 trilhões.

O processo de integração comercial será construído gradativamente, de forma contínua, eliminando-se os entraves, amarras e barreiras intrínsecas ao comércio internacional. Resta, ainda, a aprovação do Parlamento de todos os países envolvidos.
Estabelecer o livre comércio entre Blocos Econômicos, requer manter uma disposição estrutural entre duas partes, apta a negociar sistematicamente, a abertura comercial e a integração de suas economias.

Os benefícios serão sempre crescentes para todos os Países – Membros. Os resultados positivos irão se materializar gradativamente, na medida que as sinergias entre os Agentes Econômicos forem construídas e firmadas.

Os laços de amizade entre os povos da América do Sul e Europa já estão enraizados com a grande quantidade de imigrantes europeus para a nossa região, no século passado.

Os costumes e as tradições da Europa estão presentes a fazem parte da vida dos cidadãos da América do Sul.

Por fim, resta parabenizar o Governo de Jair Bolsonaro por essa grande conquista, pois o emprenho e o peso do Brasil foi fundamental para consagrar esse Acordo de Livre Comércio, cuja negociação já se estendia por vinte anos.

MESSIAS MERCADANTE DE CASTRO é professor da UNIANCHIETA E AUTOR DO LIVRO “O Gerenciamento da Vida Pessoal, Profissional e Empresarial” – Ed. M. Books-SP e Gestor de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia de Jundiaí. E-mail : messiasmercadante@terra.com.br


Leia mais sobre |
Link original: https://www.jj.com.br/opiniao/messias-mercadente-acordo-mercosul-uniao-europeia/

Notícias relacionadas


Desenvolvido por CIJUN