Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Miguel Haddad: Parque da Cidade: planejar com o olho no futuro

MIGUEL HADDAD | 28/04/2019 | 07:30

Parque da Cidade: planejar com o olho no futuro

O Parque da Cidade, que denominei em texto recente de “o protetor da represa”, completou 15 anos de funcionamento. Sua construção faz parte de um conjunto de obras planejadas para dotar Jundiaí de uma infraestrutura de qualidade.

No final do século passado, Jundiaí estava no grupo dos municípios paulistas de desenvolvimento mediano. Por diversas razões, empresas de grande importância para a economia local – como a Duratex, Cica e Vulcabrás – estavam fechando as portas ou se mudando para outras regiões. Naquela época, enfrentávamos problemas de abastecimento de água, saneamento básico e sofríamos com os constantes alagamentos na região onde hoje está a avenida 9 de Julho.

Nossa cidade tem, todavia, uma vantagem competitiva: sua localização geográfica privilegiada. Servida por duas das melhores rodovias do País, está próxima de dois dos mais importantes aeroportos internacionais capazes de fazer chegar a qualquer lugar do mundo o que fabricarmos e produzirmos aqui. É também ligada, por ferrovia, ao maior porto exportador da América Latina.

Dotar o município de infraestrutura excelente poderia não apenas impedir a saída de mais empresas, mas inverter esse fluxo, atraindo novas indústrias e garantindo, com isso, nosso futuro desenvolvimento econômico de forma sustentada.

A implementação desse plano teve início com a construção, pelo prefeito André Benassi, de uma represa e da elaboração e aprovação do projeto da estação de tratamento de esgoto, concluída na minha primeira gestão, quando também demos início e concluímos a ampliação da represa, o que garantia o abastecimento futuro de Jundiaí mesmo em momentos de severa estiagem. Observando o que se passava em São Paulo, com as contínuas invasões às margens da Billings, resolvemos construir em volta do lago da represa um parque que, além de ser uma grande área de lazer, impedisse invasões em seu entorno.

O plano deu certo. Hoje Jundiaí está no topo da lista das cidades brasileiras, conforme ranking da Fierj (Federação das Indústrias do Rio de Janeiro) em sua última edição. E o Parque da Cidade se tornou, de fato, além de uma magnífica área de lazer, o grande protetor da represa.

Claro, para nós, usuários – vou lá quase todo fim de semana – o que importa mesmo é o lazer que nos proporciona.
Parabéns ao Parque da Cidade por seus 15 anos.

MIGUEL HADDAD é advogado, foi deputado e prefeito de Jundiaí

Arquivo/Jornal de Jundiaí

Arquivo/Jornal de Jundiaí


Link original: https://www.jj.com.br/opiniao/miguel-haddad-parque-da-cidade-planejar-com-o-olho-no-futuro/
Desenvolvido por CIJUN