Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

O que você precisa saber sobre dor ciática

LICIANA ROSSI | 07/09/2019 | 07:30

Ciática é o nome dado a dor causada pela irritação do nervo ciático, um calibroso e longo nervo que começa na coluna lombar e se estende por cada perna. Ele é o principal nervo dos membros inferiores, controla as articulações do quadril, joelho e tornozelo, assim como os músculos da perna, tendo a função de conduzir as sensações das pernas.

A obesidade, o sedentarismo e a postura, assim como o hábito de permanecer muitas horas sentado de forma incorreta, prejudicam o alinhamento da coluna vertebral e podem causar dores na região lombar, podendo irradiar para a região glútea, posterior da coxa, chegando aos membros inferiores, pois a coluna usa toda a musculatura do tronco, incluindo os músculos do abdômen, assoalho pélvico e extensores da coluna, até mesmo o diafragma, para ajudá-la na sua estabilização. Mas se há fraqueza nestes músculos de sustentação e a estabilidade é comprometida, pode haver sobrecarga nos discos que se encontram entre as vértebras.

“O ciático é o maior nervo do corpo humano, é a junção de todas as raízes nervosas do plexo lombar. A dor ciática pode ser causada pela inflamação desse nervo ou por compressão de alguma raiz nervosa do plexo lombar, que pode ser causada por diversas condições”, explica Dr. Marcelo Wajchenberg, ortopedista do Einstein. Segundo ele, esta dor pode começar como um leve formigamento e aumentar de intensidade progressivamente ou aparecer de forma abrupta, como agulhadas. Tende a piorar ao tentar esticar os membros inferiores.

Fatores de risco como idade, profissão e estilo de vida podem influenciar nestas dores. Pessoas entre 30 e 40 anos tem maior risco de desenvolver a dor ciática. Profissões que exigem elevação de cargas pesadas por longos períodos também. O estilo de vida sedentário faz com que pessoas ativas tenham muito menos chance de desenvolver dor do que as fisicamente inativas.

O médico deve ser visitado se você sofre deste tipo de dor. Depois é muito interessante um trabalho fisioterápico para reabilitar e desinflamar nervos e músculos afetados. Só então, quando não há mais dor, que o exercício físico pode realmente ajudar a aliviar a pressão do nervo.

O papel do exercício físico é fundamental para que a pessoa não tenha crises frequentes de dor. Exercícios de alongamentos e fortalecimentos permitirão às pessoas aliviarem seus próprios sintomas por conta própria, melhorando sua postura e ganhando força em todo o tronco, protegendo assim sua coluna. Com isso, menos medicamentos serão necessários e seu médico ficará muito orgulhoso de você. Alívio e cura através do movimento, maravilhoso, não é? Isso porque não abordamos o tema emoções. Reflita se você precisa de ajuda ou se apenas precisa se movimentar. Não espere que a dor te dê uma lição. Muita saúde a todos.

LICIANA ROSSI é educadora física formada pela ESEF Jundiaí; pós-graduada em treinamento físico pela Unicamp e ginástica corretiva pela FMU-SP; exercícios corretivos pela Academia Nacional de Medicina Esportiva – NASM/USA; CHEK Practitioner nível 2 Califórnia/USA; Holistic Life Style Coach/CHEK Institute/USA.

Liciana Rossi


Leia mais sobre
LICIANA ROSSI
Link original: https://www.jj.com.br/opiniao/o-que-voce-precisa-saber-sobre-dor-ciatica/

Notícias relacionadas


Desenvolvido por CIJUN